Ôntico - Wikiwand
For faster navigation, this Iframe is preloading the Wikiwand page for Ôntico.

Ôntico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Ôntico (do grego ὄν, flexão ὄντος: "do que é") é existência física, real e factual. Refere-se à dimensão concreta e específica e local do ente. Trata-se de uma ontologia “regional” ou limitada que se ocupa exclusivamente do campo dos entes, excluindo a questão do ser, que é o campo da ontologia. [1] [2]

Ôntico em Martin Heiddeger

Por sua vez, a ontologia fundamental, proposta por Heidegger possui tanto a dimensão do ente (ôntica), como a do Ser (ontológica), a estrutura profunda na qual o Ser se baseia como possibilidade e necessidade. [3] O conceito ôntico foi formulado, por Martin Heidegger, como uma crítica à ontologia tradicional. Para o autor, a ontologia anterior a que ele propõe, se restringiu ao campo do ôntico (do ente), não se ocupando, de fato, da questão do ser. A crítica feita à ontologia anterior, caracterizada como ôntica, pode causar uma certa confusão na medida em que seja interpretada, erroneamente, como equivalência (ontologia = ôntico). Não se trata disso. Ao propor o que chamou de ontologia fundamental, ele apontou para uma limitação da ontologia tradicional, o fato de ela confundir a existência do ser-aí (Daisen) com a existencialidade dos entes no tempo e as especificidades dos campos de saber. [4]

Referências

  1. BUNNIN, N.; YU, J. (eds) Ontico-ontological distinction in The Blackwell Dictionary of Western Philosophy link externo
  2. INWOOD, Michael (ed). A Heidegger Dictionary. Blackwell Publishing, 1999.
  3. Abgano, N. Dicionário de Filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 2007
  4. HEIDEGGER, M. Nielzsche, vol 1: The Eternal Recurrence of the Same, São Francisco: Harper& Row, 1984, p. 155.
{{bottomLinkPreText}} {{bottomLinkText}}
Ôntico
Listen to this article