A Alma do Homem sob o Socialismo - Wikiwand
For faster navigation, this Iframe is preloading the Wikiwand page for A Alma do Homem sob o Socialismo.

A Alma do Homem sob o Socialismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

The Soul of Man under Socialism. Primeira publicação em Fortnightly Review Fevereiro de 1891, p. 292
The Soul of Man under Socialism. Primeira publicação em Fortnightly Review Fevereiro de 1891, p. 292

The Soul of Man under Socialism (em português A Alma do Homem sob o Socialismo) é um ensaio de Oscar Wilde, escrito em 1891 e publicado na revista The Fortnightly Review. Nele, Wilde expõe uma visão de mundo socialista libertária e uma crítica à filantropia. A escrita de The Soul of Man ocorreu após a conversão de Wilde à filososfia anarquista, depois de ler as obras de Peter Kropotkin.[1][2]

Em The Soul of Man, Wilde argumenta que, sob o capitalismo, "a maioria das pessoas estraga suas vidas com um altruísmo insalubre e exagerado - são forçadas a isso, de fato, e assim são estragadas": ao invés de perceber seus verdadeiros talentos, gastam seus tempo resolvendo problemas sociais causados pelo capitalismo, sem eliminar a causa comum deles. Assim, pessoas preocupadas "seria e muito sentimentalmente dão a si mesmas a tarefa de remediar os diabos que veêm na pobreza, mas seus remédios não curam a doença: eles meramente a prolongam". Para Wilde, "o objetivo adequado é tentar e reconstruir a sociedade de modo que a pobreza seja impossível".[3]

Referências

  1. Woodcock, George (1962). Anarchism: A History of Libertarian Ideas and Movements. [S.l.: s.n.] p. 447 
  2. Anarchism as a movement, 1870–1940. [S.l.: s.n.] 2007 
  3. «The soul of man under socialism - Oscar Wilde». libcom.org. Consultado em 1 de novembro de 2015 
Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.vde
{{bottomLinkPreText}} {{bottomLinkText}}
A Alma do Homem sob o Socialismo
Listen to this article