André da Grécia e Dinamarca

Príncipe da Grécia e Dinamarca / De Wikipedia, a enciclopédia livre

André (Atenas, 2 de fevereiro de 1882Monte Carlo, 3 de dezembro de 1944) foi o sétimo filho, o quarto menino, do rei Jorge I da Grécia e sua esposa a grã-duquesa Olga Constantinovna da Rússia, sendo o pai do príncipe Filipe, Duque de Edimburgo e avô paterno de Carlos III do Reino Unido.

Quick facts: André, Serviço militar...
André
Le_Prince_Andr%C3%A9_de_Gr%C3%A8ce.jpg
André da Grécia e Dinamarca
André
Serviço militar
Lealdade State_Flag_of_Greece_%281863-1924_and_1935-1973%29.svg Reino da Grécia
Serviço/ramo War_flag_of_the_Hellenic_Army.svg Exército Real Grego
Anos de serviço 1901–1909
1912–1917
1920–1922
Graduação GR-Army-OF7-1912.svg Major General
Conflitos Primeira Guerra Balcânica
Segunda Guerra Balcânica
Segunda Guerra Greco-Turca
Close

Iniciou a sua carreira militar cedo e foi nomeado oficial do exército grego. As suas posições de comando eram nomeações reais e não honorários e ele prestou serviço durante as Guerras dos Balcãs. Em 1913, o seu pai foi assassinado e o irmão mais velho de André, Constantino, tornou-se rei. Insatisfação com a política de neutralidade do irmão durante a Primeira Guerra Mundial, levou à sua abdicação e ao exílio de grande parte da família real, incluindo André. No seu regresso alguns anos mais tarde, o Príncipe prestou serviço na Guerra Greco-Turca de 1920 - 1921, que acabou mal para a Grécia. André acabou sendo culpado pela perda de parte do território grego, tendo de se exilar novamente em 1922. Passou grande parte de sua vida na França.

Em 1930, ele encontrava-se afastado da sua mulher, a princesa Alice de Battenberg. O seu filho, o príncipe Filipe, serviu na marinha britânica durante a Segunda Guerra Mundial, enquanto as suas filhas eram casadas com nobres alemães, três deles com ligações aos nazis. Separado da mulher e dos filhos devido à guerra, André veio a morrer em Monte Carlo em 1944. Não os via desde 1939.

Oops something went wrong: