cover image

Apple Inc. (NASDAQ: AAPL; anteriormente Apple Computer, Inc.) é uma empresa multinacional norte-americana que tem o objetivo de projetar e comercializar produtos eletrônicos de consumo, software de computador e computadores pessoais. Os produtos de hardware mais conhecidos da empresa incluem a linha de computadores Macintosh, iPod, iPhone, iPad, Apple TV e o Apple Watch. Os softwares incluem o sistema operacional macOS, o navegador de mídia iTunes, suíte de software multimídia e criatividade iLife, suíte de software de produtividade iWork, Aperture, um pacote de fotografia profissional, Final Cut Studio, uma suíte de vídeo profissional, produtos de software, Lógica Studio, um conjunto de ferramentas de produção musical, navegador Safari e o iOS, um sistema operacional móvel.

Quick facts: Apple...
Apple

Vista aérea do Apple Park em Cupertino, Califórnia
Razão social Apple Inc.
Empresa cotada em bolsa
Slogan "Think different" (em Inglês) (Pense Diferente) em português
Cotação NASDAQ: AAPL
NASDAQ-100 Component
S&P 500 Component
Atividade Hardware de Computador
Software de Computador
Eletrônicos de consumo
Gênero Incorporation
Fundação 1 de abril de 1976 (46 anos), como Apple Computer, Inc.[1]
Califórnia, Estados Unidos
Fundador(es) Steve Jobs
Steve Wozniak
Ronald Wayne[2]
Sede Cupertino, Condado de Santa Clara, Califórnia,  Estados Unidos
Locais 453 lojas de varejo em 16 países (março de 2015)[3]
Pessoas-chave Tim Cook (CEO)
Jonathan Ive (CDO)
Luca Maestri (CFO)
Jeff Williams (COO)
Empregados 80 300 (2014)[4]
Produtos
Subsidiárias Braeburn Capital
FileMaker Inc.
Beats Electronics
Anobit
Valor de mercado US$ 1 trilhão (2018)[5]
Receita US$ 182,795 bilhões (FY 2014)[6]
Lucro US$ 45,687 bilhões (2016)[7]
Faturamento US$ 47,79 bilhões (FY 2010)[6]
Renda líquida US$ 14,01 bilhões (FY 2010)[6]
Website oficial www.apple.com
Close

Em agosto de 2010, a empresa operava 301 lojas de varejo[8] em dez países,[9] e uma loja online onde os produtos de hardware e software são vendidos.[10] Para além das Apple Store, a empresa possui as Apple Shops e as Apple Premium Resellers (APR's). As primeiras são pequenas áreas exclusivas à marca, devidamente sinalizadas e inseridas em operadores multimarca. As APR's são parcerias estabelecidas com empresários locais e são lojas exclusivas à marca e que disponibilizam toda a gama de produtos e serviços colocados ao dispor do cliente pela casa-mãe. Em maio de 2011, a Apple era uma das maiores empresas do mundo e a empresa de tecnologia mais valiosa do planeta, tendo ultrapassado a Microsoft.[11] Em janeiro de 2012 a Apple passou a multinacional do petróleo ExxonMobil em valor de mercado e passa a ser a maior empresa de capital aberto do mundo[12] No ano de 2016, ela foi ultrapassada pelo Google como marca mais valiosa do mundo, mantendo a vice-liderança, avaliada em 228 bilhões de dólares.[13]

Fundada em 1 de abril de 1976 em Cupertino, Califórnia, e incorporada 3 de janeiro de 1977,[1] a empresa foi anteriormente denominada Apple Computer, Inc. nos seus primeiros 30 anos, mas retirou a palavra "Computer" em 9 de janeiro de 2007,[14] para refletir a contínua expansão da empresa no mercado de eletrônicos de consumo, além de seu foco tradicional em computadores pessoais.[15] Em setembro de 2010, a Apple tinha 46,6 mil empregados em tempo integral e 2 800 temporários empregados em tempo integral em todo o mundo[6] e tinha vendas anuais mundiais de 65,23 bilhões de dólares.[6]

Por motivos tão variados como a sua filosofia de design estético completo até suas campanhas de publicidade distintas, a Apple estabeleceu uma reputação única na indústria de eletrônicos de consumo. Isso inclui uma base de clientes que se dedica à empresa e sua marca, especialmente nos Estados Unidos.[16] A revista Fortune classificou a Apple a empresa mais admirada nos Estados Unidos em 2008, e do mundo em 2008, 2009 e 2010.[17][18][19] A empresa também tem recebido críticas por seu contratos de trabalho, cuidado ambiental e práticas de negócios, incluindo as origens primárias dos materiais de base.[20][21] No dia 2 de agosto de 2018, a Apple atingiu 1 trilhão de dólares em valor de mercado, a primeira empresa americana a chegar a este valor.[5]

Oops something went wrong: