Ariano Vilar Suassuna OMC (João Pessoa, 16 de junho de 1927Recife, 23 de julho de 2014) foi um escritor, dramaturgo, romancista, ensaísta, poeta, artista plástico, professor, advogado e palestrante brasileiro.

Quick facts: Ariano Suassuna , Assinatura...
Ariano Suassuna
Ariano Suassuna
Nome completo Ariano Vilar Suassuna
Nascimento 16 de junho de 1927
João Pessoa, Paraíba
Morte 23 de julho de 2014 (87 anos)
Recife, Pernambuco
Nacionalidade brasileiro
Cônjuge Zélia de Andrade Lima (1957–2014)
Alma mater Universidade Federal de Pernambuco
Ocupação
Prémios
Magnum opus Auto da Compadecida (1955)
Religião catolicismo
Causa da morte infarto
Assinatura
Close

Idealizador do Movimento Armorial e autor de obras como Auto da Compadecida (1955) e Romance d'A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta (1971), Ariano Suassuna foi um preeminente defensor da cultura do Nordeste do Brasil e um dos maiores expoentes da literatura brasileira, tendo sido, em 2012, indicado pela Comissão de Relações Exteriores do Senado Federal como representante do Brasil na disputa pelo Prêmio Nobel de Literatura.[1]

Na administração pública foi secretário de Educação e Cultura do Recife (1975–1978), secretário de Cultura de Pernambuco (1994–1998) e secretário de Assessoria do governador Eduardo Campos (2011–2014). Declaradamente socialista e de esquerda[2], em 2011, foi nomeado presidente de honra do Partido Socialista Brasileiro (PSB), partido ao qual era filiado desde 1990.[3][4][5]