Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino de 2019 - Wikiwand
For faster navigation, this Iframe is preloading the Wikiwand page for Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino de 2019.

Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino de 2019

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Campeonato Sul-Americano de 2019
Voleibol
Informações gerais
País-sede Chile Santiago e Temuco
Organizador CSV
Período de 10 a 14 de setembro
Participantes 8
Premiações
Campeão
Brasil (32º título)
Vice-campeão
Argentina
MVP Brasil Alan Souza
◄◄ Chile Santiago-Temuco 2017
2021
►►

O Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino de 2019 foi a 33ª edição do torneio organizado pela Confederação Sul-Americana de Voleibol (CSV) a cada dois anos. Sediada novamente nas cidades chilenas de Santiago e Temuco, cujas partidas serão realizadas no Gimnasio Polideportivo del Estadio Naciona e no Gimnasio Olímpico de la Universidad de La Frontera,respectivamente, já as definições do pódio se jogará na Gran Arena Monticello.A competição está previsa para ocorrer no período de 10 a 14 de setembro, com a participação de oito países[1].

O Brasil conquistou seu 32º título, sendo o vigésimo sétimo consecutivamente, derrotando na final a Argentina.A seleção chilena completou o pódio. E o oposto brasileiro Alan Souza foi premiado como melhor jogador (MVP) da competição.Como o Brasil já havia assegurado sua vaga aos Jogos Olímpicos de Verão de 2020, a Argentina disputará o Pré-Olímpico 2020[2].

Seleções participantes

As seguintes seleções participaram no Campeonato Sul-Americano de 2019[1]ː

Equipe Última participação
Chile
(Sede), 4º em 2017
Argentina
3º em 2017
Bolívia
7º em 1977
Brasil
1º em 2017
Colômbia
5º em 2017
Equador
8º em 1997
Peru
7º em 2017
Venezuela
2º em 2017


Formato de disputa

As oito seleções participantes foram divididas proporcionalmente em Grupo A e B, nos quais as equipes se enfrentarão entre si, definindo-se os dois semifinalistas de cada grupo e os dois últimos colocados disputaram as partidas pelo quinto ao oitavo lugares, ambos os confrontos realizados no sistema de cruzamento olímpico. Os vencedores das semifinais farão a grande final e os perdedores a disputarão a partida válida pelo terceiro lugar[3].

Primeira Fase

Qualificados para a Semifinal
Qualificados para a disputa do 5 ao 8º lugares

Grupo A

Classificação
Jogos Resultados Sets Pontos
Pos Equipe Pts T V D 3–0 3–1 3–2 2–3 1–3 0–3 V P R V P R
1
Brasil
9 3 3 0 2 1 0 0 0 0 9 1 9,000 243 173 1.405
2
Argentina
6 3 2 1 2 0 0 0 1 0 7 3 2.333 240 172 1.395
3
Colômbia
3 3 1 2 1 0 0 0 0 2 3 6 0.500 159 201 0.791
4
Equador
0 3 0 3 0 0 0 0 0 3 0 9 0,000 128 225 0.569
Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
10 set 19:00 Argentina
3–0
Colômbia
25–15 25–12 25–15     75–42 Relatório
10 set 21:00 Brasil
3–0
Equador
25–10 25–16 25–14     75–40 Relatório
11 set 19:00 Argentina
3–0
Equador
25–11 25–14 25–12     75–37 Relatório
11 set 21:00 Brasil
3–0
Colômbia
25–15 25–10 25–17     75–42 Relatório
12 set 13:00 Colômbia
3–0
Equador
25–20 25–14 25–17     75–51 Relatório
12 set 15:00 Brasil
3–1
Argentina
25–23 25–21 18–25 25-21   93–90 Relatório

Grupo B

Classificação
Jogos Resultados Sets Pontos
Pos Equipe Pts T V D 3–0 3–1 3–2 2–3 1–3 0–3 V P R V P R
1
Venezuela
7 3 2 1 1 1 0 1 0 0 8 4 2,000 349 312 1.119
2
Chile
6 3 2 1 2 0 0 0 1 0 7 3 2.333 308 251 1.227
3
Peru
5 3 2 1 1 0 1 0 0 1 6 5 1.200 225 231 0.974
4
Bolívia
0 3 0 3 0 0 0 0 0 3 0 9 0,000 138 226 0.611
Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
10 set 18:30 Venezuela
2–3
Peru
25–22 21–25 21–25 25–17 14-16 106–105 Relatório
10 set 20:30 Chile
3–0
Bolívia
25–09 25–17 25–13     75–39 Relatório
11 set 18:30 Venezuela
3–0
Bolívia
25–13 25–17 25–19     75–49 Relatório
11 set 20:30 Chile
3–0
Peru
25–14 25–17 25–13     75–44 Relatório
12 set 18:30 Peru
3–0
Bolívia
25–12 26–24 25–14     76–50 Relatório
12 set 20:30 Chile
1–3
Venezuela
22–25 20–25 25–21 24–26   91–97 Relatório

Fase Final

Classificação do 5º ao 8º Lugares

Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
13 set 19:00 Peru
3–0
Equador
25–22 25–22 25–15     75–59 Relatório
13 set 21:00 Bolívia
0–3
Colômbia
19–25 19–25 18–25     56–75 Relatório

Semifinais

  Semifinais Final
13 setembro
 
Brasil
 3  
 
Chile
 0  
 
14 setembro
     
Brasil
 3
   
Argentina
 2
3º lugar
13 setembro 14 setembro
 
Venezuela
 0  
Venezuela
 0
 
Argentina
 3    
Chile
 3

Semifinais

Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
13 set 18:30 Brasil
3–0
Chile
25–16 25–17 25–21     75–54 Relatório
13 set 20:30 Venezuela
0–3
Argentina
13–25 16–25 13–25     42–75 Relatório

Sétimo lugar

Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
14 set 19:00 Equador
3–1
Bolívia
22-25 25-15 25-23 25-21   97–84 Relatório

Quinto lugar

Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
14 set 21:00 Peru
3–2
Colômbia
25–23 13–25 20–25 26-24 15-10 99–107 Relatório

Medalha de Bronze

Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
14 set 16:00 Venezuela
0–3
Chile
21–25 18–25 13–25     52–75 Relatório

Final

Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
14 set 18:30 Brasil
3–2
Argentina
24–26 22–25 31–29 25–20 15–13 117–113 Relatório

Classificação final

{{bottomLinkPreText}} {{bottomLinkText}}
Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino de 2019
Listen to this article