Carlo Delle Piane - Wikiwand
For faster navigation, this Iframe is preloading the Wikiwand page for Carlo Delle Piane.

Carlo Delle Piane

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Carlo Delle Piane
Carlo Delle Piane no filme Teresa la ladra de 1972
Nascimento 2 de fevereiro de 1936
Roma, Itália
Morte 23 de agosto de 2019 (83 anos)
Roma, Itália
Outros prêmios
Copa Volpi no Festival de Veneza de 1986

Carlo Delle Piane (Roma, 2 de fevereiro de 1936Roma, 23 de agosto de 2019) foi um ator e diretor de cinema italiano.

Biografia

Nascido em Roma em 1936 em uma familia que vinha de Santa Margherita di Atri, foi escolhido em 1948 para Vittorio De Sica e Duilio Coletti para ser Garoffi no filme Cuore. Atuou em 110 filmes desde 1948.[1]

Nos anos 70 conheceu o diretor Pupi Avati, que o convidou a trabalhar em Tutti defunti tranne i morti, primeiro de uma longa série de filmes com o diretor. Sempre com Avati, em Regalo di Natale (1986) ganha a Coppa Volpi no Festival de Veneza.

Em 1997 trabalhou em Ti amo Maria, unico filme como diretor.

Anos 2000

Em 2006 cantou no disco Bambini, e deu todo o que ganhou para Associações contra crianças maltradas.

Em 2008, junto com Stefania Sandrelli, trabalhou na curta-metragem Ogni Giorno (que tratou do tema do mal de Alzheimer), sob a direção de Francesco Felli.

Doença e morte

Em janeiro de 2015, sofreu hemorragia cerebral que o deixou em coma. Mais de quatro anos depois, Anna Crispino, sua esposa, relatou sua morte em 23 de agosto de 2019.[2][1]

Filmografia parcial

  • Cuore, direção de Duilio Coletti (1948)
  • Vogliamoci bene, direção de Paolo W. Tamburella (1949)
  • Io sono il capataz, direção de Giorgio Simonelli (1950)
  • Domani è troppo tardi, direção de Léonide Moguy (1950)
  • Bellezze a Capri, direção de Luigi Capuano e Adelchi Bianchi (1951)
  • La famiglia Passaguai, direção de Aldo Fabrizi (1951)
  • Guardie e ladri, direção de Steno (1951)
  • La famiglia Passaguai fa fortuna, direção de Aldo Fabrizi (1951)
  • È arrivato l'accordatore, direção de Duilio Coletti (1952)
  • Papà diventa mamma, direção de Aldo Fabrizi (1952)
  • Un ladro in paradiso, direção de Domenico Paolella (1952)
  • L'uomo, la bestia e la virtù, direção de Steno (1953)
  • Fermi tutti, arrivo io!, direção de Sergio Grieco (1953)
  • La grande speranza, direção de Duilio Coletti (1954)
  • Un americano a Roma, direção de Steno (1954)
  • Bella, non piangere!, direção de Duilio Carbonari (1954)
  • La ladra, direção de Mario Bonnard (1955)
  • La ragazza di Via Veneto, direção de Marino Girolami (1955)
  • Sette canzoni per sette sorelle, direção de Marino Girolami (1956)
  • I pappagalli, direção de Bruno Paolinelli (1956)
  • La canzone più bella, (1957)
  • Serenata per sedici bionde, direção de Marino Girolami (1957)
  • Un colpo da due miliardi (Sait-on jamais…) (1957)
  • Buongiorno primo amore!, direção de Marino Girolami e Antonio Momplet (1957)
  • Serenatella sciuè sciuè, direção de Carlo Campogalliani (1958)
  • Adorabili e bugiarde, direção de Nunzio Malasomma (1958)
  • Fortunella, direção de Eduardo De Filippo (1958)
  • La ragazza di piazza San Pietro, direção de Piero Costa (1958)
  • Quando gli angeli piangono, direção deMarino Girolami (1958)
  • L'amico del giaguaro, direção de Giuseppe Bennati (1959)
  • Quanto sei bella Roma, direção de Marino Girolami (1959)
  • Caccia al marito, direção de Marino Girolami (1960)
  • Un mandarino per Teo, direção de Mario Mattoli (1960)
  • Ferragosto in bikini, direção de Marino Girolami (1960)
  • Bellezze sulla spiaggia, direção de Romolo Girolami (1961)
  • Scandali al mare, direção de Marino Girolami (1961)
  • Le magnifiche sette, direção de Marino Girolami (1961)
  • La ragazza sotto il lenzuolo, direção de Marino Girolami (1961)
  • Walter e i suoi cugini, direção de Marino Girolami (1961)
  • Nerone '71, direção de Walter Filippi (1962)
  • Twist, lolite e vitelloni, direção de Marino Girolami (1962)
  • Totò e Cleopatra, direção de Fernando Cerchio (1963)
  • Il monaco di Monza, direção de Sergio Corbucci (1963)
  • Maskenball bei Scotland Yard - Die Geschichte einer unglaublichen Erfindung (1963)
  • Totò contro i quattro, direção de Steno (1963)
  • Siamo tutti pomicioni, direção de Marino Girolami (1963)
  • Canzoni, bulli e pupe, direção de Carlo Infascelli (1964)
  • Caccia alla volpe, direção de Vittorio De Sica (1966)
  • Perdono, direção de Ettore Maria Fizzarotti (1966)
  • Scacco internazionale, direção de Giulio Rosati (1968)
  • Don Chisciotte e Sancio Panza, (1968)
  • Susanna... ed i suoi dolci vizi alla corte del re (Frau Wirtin hat auch einen Grafen) (1968)
  • L'arcangelo, direção de Giorgio Capitani (1969)
  • Pensiero d'amore, direção de Mario Amendola (1969)
  • Lacrime d'amore, direção de Mario Amendola (1970)
  • Lady Barbara, direção de Mario Amendola (1970)
  • I sette magnifici cornuti, (1974)
  • La signora gioca bene a scopa? (1974)
  • L'insegnante (1975)
  • Una bella governante di colore (1976)
  • La dottoressa del distretto militare (1976)
  • Passi furtivi in una notte boia (1976)
  • Tutti defunti... tranne i morti, direção de Pupi Avati (1977)
  • Jazz Band, direção de Pupi Avati, film tv (1978)
  • Le strelle nel fosso, direção de Pupi Avati (1979)
  • Cinema filme tv (1979)
  • Dancing Paradise, direção de Pupi Avati (1982)
  • Una gita scolastica, direção de Pupi Avati (1983)
  • Festa di laurea, direção de Pupi Avati (1985)
  • Regalo di Natale, direção de Pupi Avati (1986)
  • Sposi (1987)
  • I giorni del commissario Ambrosio (1988)
  • Condominio (1991)
  • Un amore americano (1994)
  • Dichiarazioni d'amore (1994)
  • Ti amo Maria (1997)
  • La via degli angeli (1999)
  • I cavalieri che fecero l'impresa (2001)
  • La rivincita di Natale, direção de Pupi Avati (2004)
  • Tickets (2005)
  • Nessun messaggio in segreteria (2005)
  • Ogni Giorno (curta-metragem) direção de Francesco Felli (2008)

Referências

  1. a b «È morto Carlo Delle Piane, 110 film in 70 anni di carriera» (em italiano). repubblica.it. 24 de agosto de 2019. Consultado em 26 de agosto de 2019 
  2. «Morre o ator italiano Carlo Delle Piane». Terra. 24 de agosto de 2019. Consultado em 26 de agosto de 2019 
Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.vde
{{bottomLinkPreText}} {{bottomLinkText}}
Carlo Delle Piane
Listen to this article