Galáxia medusa - Wikiwand
For faster navigation, this Iframe is preloading the Wikiwand page for Galáxia medusa.

Galáxia medusa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

ESO 137-001
ESO 137-001

Uma galáxia medusa ou galáxia água-viva é um tipo de galáxia encontrada em aglomerados de galáxias. Essas galáxias medusas exibem trilhas unilaterais de nós e filamentos,[1] que dão às galáxias uma aparência semelhante à de uma água-viva, de onde surgiu o nome.

Formação

Evidências do Telescópio Espacial Hubble sugerem que galáxias medusas surgem quando as galáxias espirais são dilaceradas, à medida que se movem em direção a aglomerados de galáxias densos.[2] Os "tentáculos" das galáxias água-viva são produzidos em aglomerados, onde perdem gás interestelar devido a um processo denominado remoção de pressão de aríete,[3] onde a atração gravitacional mútua faz com que essas galáxias "caiam" em alta velocidade nos aglomerados, onde encontram um gás mais quente e denso, desencadeando explosões estelares ao longo de uma "cauda" de gás.[4] A direção e a posição dos tentáculos informam como a galáxia está se movendo, geralmente em direção ao centro do aglomerado.[5] Estrelas das bordas externas da galáxia espiral são puxadas para dentro do aglomerado, destruindo sua forma característica. Com o tempo, toda a galáxia espiral é puxada para o aglomerado onde se funde com outras galáxias para formar uma galáxia elíptica.[2]

Características

Ainda que as galáxias medusas compartilham características morfológicas semelhantes, a extensão e a força da formação de estrelas varia, assim como o grau de deformação morfológica. O último é provavelmente causado principalmente por diferenças na inclinação do disco na direção de movimento, enquanto o primeiro pode ser um indicativo da fase do transformação, no sentido de que a formação de estrelas no gás-galáxia a interface pode desaparecer à medida que o gás é removido.[6]

Caudas de galáxias medusas são multifásicas, contendo gás com uma ampla gama de densidades e temperaturas.[7] Ao contrário das galáxias usuais que têm estrelas se formando no disco, as galáxias medusas também apresentam formação de estrelas em seus tentáculos.

Galeria

  • Galáxia medusa JO204 tomada pelo instrumento MUSE do ESO.[4]
    Galáxia medusa JO204 tomada pelo instrumento MUSE do ESO.[4]
  • Galáxia de água-viva em SDSS J1110 + 6459, visível próximo ao aglomerado e aparentemente gotejando material azul brilhante.[3]
    Galáxia de água-viva em SDSS J1110 + 6459, visível próximo ao aglomerado e aparentemente gotejando material azul brilhante.[3]

Referências

  1. Owers, M. S., Couch, W. J., Nulsen, P. E., & Randall, S. W. (2012). «Shocking tails in the major merger Abell 2744». The Astrophysical Journal Letters. 750 (1): L23. Consultado em 20 de outubro de 2020 publicação de acesso livre - leitura gratuita
  2. a b Bob Yirka (30 de janeiro de 2014). «Hubble images spawn theory of how spiral galaxies». Phys.org. doi:10.1088/2041-8205/750/1/L23. Consultado em 20 de outubro de 2020 
  3. a b «Of bent time and jellyfish». ESA/Hubble & NASA. 12 de novembro de 2018 
  4. a b «Supermassive Black Holes Feed on Cosmic Jellyfish». ESO. 16 de agosto de 2017. Consultado em 20 de outubro de 2020 
  5. «Detalhes de uma água-viva cósmica». Revista Planeta. 2019. Consultado em 20 de outubro de 2020 
  6. Ebeling, H., Stephenson, L. N., & Edge, A. C. (2014). «Jellyfish: evidence of extreme ram-pressure stripping in massive galaxy clusters». The Astrophysical Journal Letters. 781 (2): L40. doi:10.1088/2041-8205/781/2/L40. Consultado em 20 de outubro de 2020 
  7. ((citar periódico|URL=https://iopscience.iop.org/article/10.3847/1538-4357/ab3e6c/meta%7Ctítulo=ALMA unveils widespread molecular gas clumps in the ram pressure stripped tail of the Norma jellyfish galaxy|autor=Jáchym, Pavel, et al.|data=2019|publicado=The Astrophysical Journal|volume=883.2|acessodata=2020-10-20|pagina=145|doi=10.3847/1538-4357/ab3e6c}|numero-autores=publicação de acesso livre - leitura gratuita
{{bottomLinkPreText}} {{bottomLinkText}}
Galáxia medusa
Listen to this article