Gustave Flaubert (Rouen, 12 de dezembro de 1821[1] – Croisset, 8 de maio de 1880[2]) foi um escritor francês. Prosador importante, Flaubert marcou a literatura francesa pela profundidade de suas análises psicológicas, pelo seu senso de realidade, pela sua lucidez sobre o comportamento social, e pela força de seu estilo em grandes romances, tais como Madame Bovary (1857), A Educação Sentimental (1869), Salammbô (1862), mais os seus contos, nomeadamente os Trois contes (1877).

Quick facts: Gustave Flaubert, Assinatura...
Gustave Flaubert
Gustave Flaubert
Nascimento 12 de dezembro de 1821
Rouen, Normandia, Reino da França (hoje França)
Morte 8 de maio de 1880 (58 anos)
Rouen, Normandia, República Francesa (hoje França)
Residência Reims, Canteleu, Paris, Ruão
Sepultamento Cimetière monumental de Rouen
Cidadania França
Progenitores
  • Achille Cléophas Flaubert
Irmão(s) Achille Flaubert
Alma mater
  • International lycée François-Ier
  • Paris Law Faculty
  • Lycée Pierre-Corneille
Ocupação romancista
contista
Principais trabalhos Madame Bovary
Salambô
A Educação Sentimental
Prêmios
  • Cavaleiro da Legião de Honra (1866)
Movimento literário realismo
Obras destacadas Madame Bovary, Salammbô, Bouvard et Pécuchet
Movimento estético realismo russo
Religião Igreja Católica
Causa da morte hemorragia intracerebral
Assinatura
Close

Oops something went wrong: