For faster navigation, this Iframe is preloading the Wikiwand page for Heinrich Rohrer.

Heinrich Rohrer

Foram assinalados vários problemas nesta página ou se(c)ção: As fontes não são citadas no corpo do artigo, o que compromente a verificabilidade. Necessita ser reciclada de acordo com o livro de estilo.
Heinrich Rohrer Medalha Nobel
Microscópio de corrente de tunelamento
Nascimento 6 de junho de 1933
Buchs
Morte 16 de maio de 2013 (79 anos)
Wollerau
Nacionalidade Suíço
Cidadania Suíça
Cônjuge Rose-Marie Egger
Alma mater
Ocupação físico
Prêmios
Nobel prize medal.svg
Nobel de Física (1986)
, Medalha Elliott Cresson (1987),[1] National Inventors Hall of Fame
Empregador IBM
Campo(s) Física

Heinrich Rohrer (Buchs, Suíça, 6 de junho de 1933Wollerau, Suíça, 1 de maio de 2013) foi um físico suíço que teve como maior contribuição para a ciência a criação, junto de Gerd Binnig do microscópio de corrente de tunelamento (STM) o qual rendeu aos dois metade do prêmio Nobel de Física de 1986.

Biografia

Viveu no campo até 1949, quando sua família mudou-se para Zurique. Na cidade, decidiu estudar física e permaneceu durante 10 anos no Swiss Federal Institute of Technology, onde graudou-se e obteve seu Ph.D. sob a orientação de Jörgen Lykke Olsen.

Em 1961, casou-se com Rose-Marie Egger, e acabou mudando-se para os Estados Unidos, onde permaneceu dois anos fazendo seu pós doutorado, trabalhando com o grupo de Bernie Serin, na Rutgers University, Nova Jersey.

Em 1963, retornou para Zurique e trabalhou no IBM Reaserch Laboratory, laboratório que acabara de ser fundado. Nos primeiros anos Rohrer estudou sistemas Kondo, diagramas de fases magnéticos e um antiferromagnético GdAlO3.

Entre 1974/1975, foi para Universidade da Califórnia em Santa Bárbara, para ter um pouco de contato com a ressonância magnética nuclear.

Em 1978, Rohrer convenceu Binnig a entrar no IBM Research Laboratory e iniciaram seu trabalho estudando pequenos defeitos na superfície do silicone. Construiram em 1981 seu primeiro microscópio de corrente de tunelamento, que permitiu a observação na escala atômica, e lhes rendeu metade do prêmio Nobel de Física de 1986, dividido com Ernst Ruska.

Referências

  1. «Laureates» (pdf) (em inglês). The Franklin Institute. Consultado em 1 de julho de 2015. Cópia arquivada em 1 de julho de 2015 

Ligações externas


Precedido por
Klaus von Klitzing
Nobel de Física
1986
com Ernst Ruska e Gerd Binnig
Sucedido por
Johannes Georg Bednorz e Karl Alexander Müller


Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


{{bottomLinkPreText}} {{bottomLinkText}}
Heinrich Rohrer
Listen to this article

This browser is not supported by Wikiwand :(
Wikiwand requires a browser with modern capabilities in order to provide you with the best reading experience.
Please download and use one of the following browsers:

This article was just edited, click to reload
This article has been deleted on Wikipedia (Why?)

Back to homepage

Please click Add in the dialog above
Please click Allow in the top-left corner,
then click Install Now in the dialog
Please click Open in the download dialog,
then click Install
Please click the "Downloads" icon in the Safari toolbar, open the first download in the list,
then click Install
{{::$root.activation.text}}

Install Wikiwand

Install on Chrome Install on Firefox
Don't forget to rate us

Tell your friends about Wikiwand!

Gmail Facebook Twitter Link

Enjoying Wikiwand?

Tell your friends and spread the love:
Share on Gmail Share on Facebook Share on Twitter Share on Buffer

Our magic isn't perfect

You can help our automatic cover photo selection by reporting an unsuitable photo.

This photo is visually disturbing This photo is not a good choice

Thank you for helping!


Your input will affect cover photo selection, along with input from other users.