Língua himiarita - Wikiwand
For faster navigation, this Iframe is preloading the Wikiwand page for Língua himiarita.

Língua himiarita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Himiarita
Falado em: Iêmen
Região: Península Arábica
Extinção: provavelmente no século X
Família: Afro-asiática
 semítica
  (sem classificação)
   Himiarita
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---

A língua himiarita[1] é uma língua semítica que foi falada no Iêmen antigo pelos himiaritas.[2] Continuou a existir mesmo após o fim do período himiarita. Era uma língua semítica, mas não pertencia às antigas línguas do sul da Arábia. A posição precisa dentro da família semítica é desconhecida por causa do conhecimento limitado da língua.[3]

Embora o reino himiarita tenha sido uma potência importante no sul da Arábia entre os śeculos I a.C. e V d.C, o conhecimento da língua himiarita é muito limitado, porque todas as inscrições himiaritas conhecidas foram escritas em sabaico, uma antiga língua do sul da Arábia. Os três textos himiaritas pareciam ser rimados (sigla ZI 11, Ja 2353 e o Hino de Qaniya). O himiarita é conhecido apenas a partir de declarações de estudiosos árabes dos primeiros séculos após a ascensão do Islã. Segundo a descrição deles, era ininteligível para os falantes de árabe.

Distribuição

Ao contrário das antigas línguas do sul da Arábia, que foram suplantados pelo árabe no século VIII, se não muito antes,[4] o himiarita continuou a ser falado nas regiões montanhosas do sudoeste do Iêmen após a ascensão do Islã. De acordo com Al-Hamdani (893–947), foi falado em algumas áreas montanhosas do oeste do Iêmen no século X, enquanto as tribos da costa e no leste do Iêmen falavam árabe e a maioria das tribos das montanhas do oeste falavam dialetos árabes. com forte influência himiarita.[5] Nos séculos seguintes, o himiarita foi completamente suplantado pelo árabe, mas os dialetos modernos das regiões montanhosas parecem mostrar traços de seu substrato himiarita.

Características

A característica conhecida mais proeminente do himiarita é o artigo definido am- /an- . Esse recurso era compartilhado, no entanto, com alguns dialetos árabes no oeste da Península Arábica . Além disso, os sufixos da perfeita[necessário esclarecer] (conjugação de sufixos) na primeira pessoa do singular e na segunda pessoa começavam com k-, enquanto o árabe tem t- . Esse recurso também é encontrado nas línguas do sul da Arábia antiga, nas línguas semíticas etiópicas e nas línguas semíticas meridionais orientais. Ambas as características também são encontradas em alguns dialetos modernos árabes iemenitas no Iêmen, provavelmente por meio da influência do substrato himiarita. O artigo am- também é encontrado em outros dialetos modernos de árabe na Península Arábica e na África Central.[6]

Exemplo

Apenas algumas frases himiaritas são conhecidas. A frase a seguir foi supostamente proferida em 654/5 d. C. em Dhamar.[7] Uma vez que foi transmitida em escrita árabe não-vocalizada, a pronúncia exata é desconhecida; a reconstrução dada aqui é baseada no árabe clássico.

Himiarita Escrita árabe رايك بنحلم كولدك ابنا من طيب
reconstrução [7] raʾay-ku bi-n-ḥulm ka-walad-ku ibn-an min ṭīb
Explicação Vi em - artigo- sonho que eu dava à luz filho - caso acusativo de ouro
Português "Vi em um sonho que eu dava à luz um filho de ouro".

Há também uma canção curta, que parece mostrar influência árabe.[7]

Bibliografia

Notas

Referências

  1. Rocha, Misael Benjamim (10 de agosto de 2016). Língua, linguagem e linguística. [S.l.]: Editora Baraúna. p. 53. ISBN 978-85-437-0700-6. Consultado em 7 de dezembro de 2019 
  2. «On the Himyaritic Inscriptions Lately brought to England from Southern Arabia». Transactions of the Ethnological Society of London (em inglês). 5: 174–177. 1867. JSTOR 3014224. doi:10.2307/3014224 
  3. Donald Macdonald, Rev; MacDonald, Daniel (1997). The Oceanic Languages, Their Grammatical Structure, Vocabulary, and Origin (em inglês). [S.l.: s.n.] ISBN 9788120612709 
  4. Robin, Christian (1998), «Südarabien − eine Kultur der Schrift», in: Seipel, Wilfried, Jemen: Kunst und Archäologie im Land der Königin von Sabaʼ, Milan, p. 79 
  5. Rabin 1951, 46
  6. Rabin 1951, 35
  7. a b c Rabin 1951, 48
{{bottomLinkPreText}} {{bottomLinkText}}
Língua himiarita
Listen to this article