Ludwig Joseph Johann Wittgenstein (Viena, 26 de Abril de 1889Cambridge, 29 de Abril de 1951) foi um filósofo austríaco,[1] naturalizado britânico. Foi um dos principais autores da virada linguística na filosofia do século XX. Suas principais contribuições foram feitas nos campos da lógica, filosofia da linguagem, filosofia da matemática, e filosofia da mente. Muitos o consideram o filósofo mais importante do século passado.[2]

Quick facts: Ludwig Wittgenstein, Filosofia do século XX...
Ludwig Wittgenstein
Filosofia do século XX
Ludwig Wittgenstein
Ludwig Wittgenstein (1930)
Nome completo Ludwig Joseph Johann Wittgenstein
Escola/Tradição: Filosofia Analítica
Data de nascimento: 26 de abril de 1889
Local: Viena, Áustria
Morte 29 de abril de 1951 (62 anos)
Local: Cambridge, Inglaterra
Principais interesses: Lógica, Filosofia da Linguagem, Filosofia da Matemática, Filosofia da Mente
Ideias notáveis Jogos de linguagem, função de verdade, estado de coisas
Trabalhos notáveis Tractatus Logico-Philosophicus, Investigações Filosóficas
Influências: Kierkegaard, Schopenhauer, Leo Tolstoy, Dostoiévski, Frege, Russell, Moore, Hegel, Otto Weininger, Karl Kraus
Influenciados: Alvin Plantinga, Russell, Schlick, Gilbert Ryle, Saul Kripke, Círculo de Viena, Barry Stroud, Stanley Cavell, Richard Rorty, Friedrich Hayek, Vasco Pulido Valente, Francisco Pulido Valente e a Filosofia Analítica em geral
Alma mater Trinity College, Cambridge
Assinatura:
Close

Seu mais popular livro de filosofia publicado, o Tractatus Logico-Philosophicus, de 1921, exerceu profunda influência no desenvolvimento do positivismo lógico. Mais tarde, as ideias por ele formuladas a partir de 1930, e difundidas em Cambridge e Oxford, também impulsionaram um outro movimento filosófico — a chamada "filosofia da linguagem comum".

Seu pensamento é geralmente dividido em duas fases. Para identificá-las, muitos autores recorrem ao artifício de atribuir os escritos da juventude ao Primeiro Wittgenstein e a obra posterior ao Segundo Wittgenstein, como se designassem autores distintos. A cada um desses períodos corresponde uma obra central na história da filosofia do século XX. À primeira fase, pertence o Tractatus Logico-Philosophicus, livro em que Wittgenstein procura esclarecer as condições lógicas que o pensamento e a linguagem devem atender para poder representar o mundo. À segunda fase, pertencem as Investigações Filosóficas, publicadas postumamente, em 1953. Nesse livro, Wittgenstein trata de tópicos similares aos do Tractatus (embora sob uma perspetiva radicalmente diferente) e avança sobre temas da filosofia da mente ao analisar conceitos como os de compreensão, intenção, dor, e vontade.

Oops something went wrong: