cover image

Niterói

município no estado do Rio de Janeiro, Brasil / De Wikipedia, a enciclopédia livre

Niterói é um município brasileiro da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, no estado do Rio de Janeiro. Foi a capital estadual, como indicado pela sua coroa mural dourada, exclusiva de capitais, entre 1834-1894 e novamente entre 1903-1975.[8] Com população estimada em 513 584 habitantes, segundo os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística de 2019,[3] e uma área de 133,757 km², ostenta o mais elevado Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) do Rio de Janeiro[9] e o sétimo maior entre os municípios do Brasil em 2010.[10] Individualmente, é o segundo município com maior média de renda domiciliar per capita mensal do Brasil[11] e aparece na 13ª posição entre os municípios do país segundo os indicadores sociais referentes à educação.[12]

Quick facts: Niterói ,   Município do Bra...
Niterói
  Município do Brasil  
Vista panorâmica de Niterói, com destaque para o Museu de Arte Contemporânea de Niterói.
Vista panorâmica de Niterói, com destaque para o Museu de Arte Contemporânea de Niterói.
Símbolos

Bandeira

Brasão de armas
Hino
Gentílico niteroiense
Localização
Localização de Niterói no Rio de Janeiro
Localização de Niterói no Rio de Janeiro

Niterói
Localização de Niterói no Brasil
Mapa de Niterói
Coordenadas 22° 52' 58" S 43° 06' 14" O
País Brasil
Unidade federativa Rio de Janeiro
Região metropolitana Rio de Janeiro
Municípios limítrofes São Gonçalo, Maricá e Rio de Janeiro
Distância até a capital 15 km
História
Fundação 22 de novembro de 1573 (448 anos)
Administração
Distritos
Prefeito(a) Axel Grael (PDT, 2021  2024)
Características geográficas
Área total [2] 129,3 km²
População total (Estimativa IBGE/2019[3]) 513 584 hab.
 • Posição RJ: 5º/BR: 43º
Densidade 3 972 hab./km²
Clima Tropical[4][5]
Altitude 2 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[6]) 0,837 muito alto
 • Posição RJ: 1º/BR: 7º
PIB (IBGE/2016[7]) R$ 23 003 343,34 mil
 • Posição BR: 45º
PIB per capita (IBGE/2016) R$ 46 202,31
Sítio www.niteroi.rj.gov.br (Prefeitura)
www.camaraniteroi.rj.gov.br (Câmara)
Close

Foi capital estadual fluminense até a fusão entre os estados do Rio de Janeiro e da Guanabara em 1974. Distante 15 km da Cidade do Rio de Janeiro e possui como acessos a Ponte Rio–Niterói e Avenida do Contorno, ambas trechos da BR-101, a Alameda São Boaventura, trecho urbano da RJ-104, a Avenida Everton Xavier, trecho urbano da RJ-108. Também se pode chegar à cidade por meio das linhas de ferry conhecidas como barcas. A cidade é um dos principais centros financeiros, comerciais e industriais do estado, sendo a 12ª entre as 100 melhores cidades brasileiras para se fazer negócios.[13] Niterói vem registrando um alto índice de investimentos na cidade, principalmente imobiliários e comerciários, advindos tanto da herança de ter sido a capital estadual, como por sua proximidade geográfica com o município do Rio de Janeiro. Absorve um intenso desenvolvimento das atividades de exploração de petróleo offshore na Bacia de Santos e da Bacia de Campos.[14] Escritórios de serviços especializados, hospitais, universidades, museus e shopping-centers proporcionam opções de entretenimento às famílias e pessoas. Ao mesmo tempo, o município está absorvendo uma série de investimentos industriais importantes nos setores ligados à cadeia produtiva de petróleo e gás. Destaca-se a reinauguração de estaleiros, com a reforma e a manutenção de plataformas e estruturas offshore, além da construção de embarcações para o transporte de passageiros.[15]

Segundo dados do IBGE de 2010, o produto interno bruto nominal de Niterói foi de 11,2 bilhões de reais,[16] figurando como o quinto maior do estado, depois da capital fluminense, de Duque de Caxias, Campos dos Goytacazes e Macaé, além de ser o 45º município mais rico do Brasil. Somente no setor de petróleo, a região responde por 70% do parque instalado estadual do setor,[17] concentrando desde empresas de offshore a estaleiros. A cidade é o segundo maior empregador formal do Estado do Rio de Janeiro, embora ocupe o quinto lugar quanto ao número de habitantes, que correspondem a 4,11% do total da população da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Um estudo feito pela Fundação Getúlio Vargas em junho de 2011,[18] classificou Niterói como "a cidade com população mais rica do Brasil", por possuir 30,7% dela inserida na classe A. Considerando as classes A e B, Niterói também aparece em primeiro lugar, com 42,9% de sua população inserida nessas classes. Está entre as cidades mais alfabetizadas do Brasil, além de apresentar a menor incidência de pobreza, a população com maior renda mensal per capita e o maior índice de longevidade municipal do Estado do Rio de Janeiro. Segundo levantamento do Instituto Trata Brasil, com base no ano de 2014, a cidade encontra-se na 12ª posição nacional apresentando 100% do abastecimento de água tratada. Em relação ao tratamento de esgoto o município aparece na 9º colocação e está entre as 10 cidades que tratam mais de 80% do seu esgoto.[19]

Niterói polariza o Leste Metropolitano (ou Grande Niterói), sub-região da metrópole do Rio de Janeiro que inclui, além de Niterói, os municípios de São Gonçalo, Itaboraí, Tanguá e Maricá. Embora Niterói seja um pólo de atração do movimento pendular para todos os outros quatro municípios da porção leste do Grande Rio, o principal fornecedor de mão-de-obra para a cidade é o município de São Gonçalo; o fluxo de trabalhadores que fazem deslocamentes pendulares diários entre Niterói e São Gonçalo é o maior do Estado do RJ e o segundo maior do Brasil, atrás apenas daquele que há entre São Paulo e Guarulhos, na região da Grande São Paulo.[20] Niterói é, portanto, um sub-núcleo regional dentro da área metropolitana, auxiliar do núcleo metropolitano, que, por sua vez, polariza toda a metrópole do Rio.[21][22][23][24]