Santos Quatro Mártires Coroados (título cardinalício) - Wikiwand
For faster navigation, this Iframe is preloading the Wikiwand page for Santos Quatro Mártires Coroados (título cardinalício).

Santos Quatro Mártires Coroados (título cardinalício)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Santos Quatro Mártires Coroados
        

Título presbiterial

Fachada da Basilica dei Santi Quattro Coronati, em Roma
Titular: Roger Michael Mahony
criado: 600
antiga Aemilianae
Criado pelo Papa Gregório I
Dados do Anuário Pontifício

Santos Quatro Mártires Coroados (em latim: Ss. Quattuor Coronatorum) é um título cardinalício criado em 600 pelo Papa Gregório I, de acordo com o Anuário Pontifício. Aparece com o nome de Æmilianae em sínodos realizados em 499 e em 595. De acordo com o catálogo de Pietro Mallio, composto durante o pontificado do Papa Alexandre III (1159-1181), este título foi anexado à Basílica de São Lourenço Fora de Muros e seus sacerdotes celebravam as missas ali. Sua igreja titular é Santi Quattro Coronati.

Titulares protetores

Entre os antigos ocupantes deste título estão: papa São Leão IV (847), o rei Henrique I de Portugal, que, em 1580, doou o magnífico teto de madeira da igreja, e o papa Bento XV (1914). A lista completa é conhecida apenas a partir do pontificado do papa Gregório VII (r. 1073–1085)[1][2]. Os nomes entre 595 e 993 foram baseados no exame dos documentos dos concílios romanos por Giandomenico Mansi[3] com exceção de Leão IV, Estêvão (882–885 e depois papa Estêvão V até 891), que foram mencionados como cardeais deste título em suas entradas biográficas na Enciclopédia Católica:

  1. H.W. Klewitz, Reformpapsttum und Kardinalskolleg, Darmstadt 1957, p. 22 note 40, p. 75 e p. 130 no. 4 (11-12th centuries);
  2. S. Miranda, Titulus SS. IV Coronati (a partir do século XIV)
  3. Giandomenico Mansi, Sacrorum Conciliorum nova et amplissima collectio
{{bottomLinkPreText}} {{bottomLinkText}}
Santos Quatro Mártires Coroados (título cardinalício)
Listen to this article