Sophia Loren

atriz italiana / De Wikipedia, a enciclopédia livre

Sophia Loren OMRI (nascida Sofia Costanza Brigida Villani Scicolone [soˈfiːa vilˈlaːni ʃikoˈloːne]; Roma, 20 de setembro de 1934) é uma atriz e cantora italiana.

Quick facts: Sophia Loren...
Sophia Loren
Sophia Loren
Loren em 1962
Nome completo Sofia Costanza Brigida Villani Scicolone
Nascimento 20 de setembro de 1934 (88 anos)
Roma, Reino da Itália
Nacionalidade italiana
Cidadania francesa
Parentesco
Cônjuge Carlo Ponti Sr.
(c. 1957; v. 2007)
Filho(a)(s)
  • Carlo Villani Scicolone Ponti (n. 1968)
  • Edoardo Villani Scicolone Ponti (n. 1973)
Ocupação
Período de atividade 1950–presente
Título Dame Grã-Cruz , recebido em 1997
Close

Começou sua carreira no cinema em 1950; desde os 15 anos apareceu em vários papéis menores, até ser contratada para cinco filmes pela Paramount Pictures, em 1956. Isso lhe permitiu lançar- se, com sucesso em uma carreira internacional. Atuou em filmes notáveis como The Pride and the Passion, Houseboat e It Started in Naples.

Loren ganhou reconhecimento em 1962, quando recebeu o Oscar de melhor atriz por sua atuação no filme Duas Mulheres, que também lhe rendeu o BAFTA, o prêmio de melhor atriz no Festival de Cannes e o prêmio da Associação de Críticos de Nova Iorque. Ela detém o recorde por ter recebido sete prêmios David di Donatello de melhor atriz, o maior número já recebido. Sua carreira atingiu o auge em 1964, quando recebeu um milhão de dólares para estrelar o filme A Queda do Império Romano.[1]

Além do Oscar de Melhor Atriz, ela ganhou um prêmio Grammy, um prêmio de Atriz no Festival de Cannes, cinco Globos de Ouro especiais e um Oscar Honorário em 1991. Em 1994 ela ganhou um Urso de Ouro Honorário no Festival de Berlim. Foi três vezes premiada no Festival de Veneza, como Melhor Atriz em 1958, Leão de Ouro pela carreira em 1998, em um especial o Pietro Bianchi Award 2002. Em 1995, recebeu o Prêmio Cecil B. DeMille pelas realizações ao longo da vida. Em 1999, foi nomeada como uma das 25 maiores lendas femininas do cinema pelo American Film Institute.[2]

Depois de constituir família no início dos anos 1970, Loren passou a dedicar menos tempo à sua carreira de atriz e optou por fazer apenas aparições ocasionais em filmes. Nos últimos anos, ela ainda apareceu em filmes americanos como Prêt-à-Porter, Grumpier Old Men e Nine.