Stanley and Livingstone - Wikiwand
For faster navigation, this Iframe is preloading the Wikiwand page for Stanley and Livingstone.

Stanley and Livingstone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Stanley and Livingstone
 Estados Unidos
1939 •  pb •  101 min 
Direção Henry King
Otto Brower (cenas de safári)
Produção Darryl F. Zanuck
Kenneth Macgowan (produtor associado)
Roteiro Philip Dunne
Julien Josephson
Elenco Spencer Tracy
Nancy Kelly
Richard Greene
Gênero aventura
biografia
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento 18 de agosto de 1939
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Stanley and Livingstone é um filme biográfico estadunidense de 1939, dirigido por Henry King[1] e Otto Brower (cenas de safári) para a 20th Century Fox. O roteiro de Philip Dunne e Julien Josephson é baseado no trabalho do jornalista Sir Henry M. Stanley e sua busca do explorador e missionário escocês David Livingstone, que esteve desaparecido na África durante meados do século XIX.

Elenco

Sinopse

Em 1870, Henry Stanley é um intrépido repórter do jornal New York Herald que acabara de conseguir uma reportagem após se encontrar com chefes índios, indo em lugares do Wyoming temidos até pela própria Cavalaria dos Estados Unidos. Ele teve a ajuda de seu amigo batedor e contador de histórias Jeff Slocum, que acompanha Stanley em sua volta a Nova Iorque. O editor James Gordon Bennett, Jr. imediatamente propõe ao recém-chegado Stanley um novo trabalho. O jornal inglês "London Globe" acabara de afirmar que o famoso explorador David Livingstone que há muitos meses desaparecera no interior da África, estava morto, mas sem apresentar maiores provas disso. Bennett quer que Stanley viaje a África e tente comprovar a veracidade da história. Ao viajar para Zanzibar, Stanley conhece Lorde Tyce, pai do jornalista que noticiara o falecimento e que adoecera de Malária, e que viajava para se encontrar com ele. Mais tarde Stanley vai ao Gabinete Inglês e conhece o idoso representante do governo John Kingsley e a adorável filha dele, Eve, que namora o filho do Lorde Tyce que convalesce da doença na casa dela e do pai. Eve e Lorde Tyce tentam impedir que Stanley parta de viagem, mas acabam aceitando. Inicia-se assim uma longa jornada de mais de um ano, onde Stanley e Jeff e vários carregadores nativos se aprofundarão no interior desconhecido da África Equatorial e tentarão de tudo para encontrar o explorador.

Produção

De acordo com o roteirista Philip Dunne, o filme foi originariamente escrito como veículo para Tyrone Power, que interpretaria Stanley. Darryl F. Zanuck, chefe de produção da 20th Century Fox, havia recebido uma sugestão de que o projeto devesse ser baseado numa representação de um cínico Stanley que busca Livingstone apenas por publicidade, tornando-se idealista somente após encontrá-lo. Zanuck concordou e pediu a Dunne e Julien Josephson que reescrevessem o roteiro.[2]

De acordo com os créditos iniciais, houve locações no Quênia, Tanzânia e Uganda. As cenas nos Estados Unidos que representavam o Wyoming foram feitas em Sun Valley (Idaho).

A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. TCM Acessado em 23-10-16
  2. Philip Dunne, Take Two: A Life in Movies and Politics, Limelight, 1992 pgs. 57-59


Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.vde
{{bottomLinkPreText}} {{bottomLinkText}}
Stanley and Livingstone
Listen to this article