Trion (quasipartícula) - Wikiwand
For faster navigation, this Iframe is preloading the Wikiwand page for Trion (quasipartícula).

Trion (quasipartícula)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Em física, Trion é uma excitação localizada que consiste em três quasipartículas carregadas. Um trion negativo consiste de dois elétrons e um buraco e um trion positivo consiste em dois buracos e um elétron. O trion é uma quasipartícula e é um pouco similar a um excíton, que um complexo de um elétron e um buraco. O trion tem um estado singleto base (spin=1/2) e um estado tripleto excitado (spin=3/2). Aqui, degenerações dos estados singleto e tripleto originam-se não do sistema inteiro mas de duas partículas idênticas nesse sistema. O valor de spin semi-inteiro diferenciam trions de excítons em muitos fenômenos; por exemplo, estados de energia de trions, mas não de excítons, são divididos em um campo magnético aplicado. Estados de trion foram previstos teoricamente e depois observados experimentalmente em diversos semicondutores opticamente excitados, especialmente em pontos quânticos e estruturas de poços quânticos.[1][2]

Referências

  1. S. A. Moskalenko; et al. (2000). Bose-Einstein condensation of excitons and biexcitons: and coherent nonlinear optics with excitons. [S.l.]: Cambridge University Press. 140 páginas. ISBN 0-521-58099-4 
  2. Dieter Bimberg (2008). Semiconductor Nanostructures. [S.l.]: Springer. pp. 243–245. ISBN 3-540-77898-5 
Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.vde
{{bottomLinkPreText}} {{bottomLinkText}}
Trion (quasipartícula)
Listen to this article