cover image

Viena

capital e estado austríaco / De Wikipedia, a enciclopédia livre

Viena (em alemão: Wien [viːn] (escutar?·info)) é a capital da Áustria e um dos nove estados austríacos. Com mais de 1,8 milhão de habitantes, de acordo com dados da Eurostat em 2013, é a cidade mais populosa da Áustria contando, ainda, com 2,6 milhões de habitantes em sua região metropolitana - o que equivale a cerca de um quarto da população total do país.[2] Viena é, ainda, a sétima maior cidade da União Europeia e a segunda maior cidade de língua alemã no mundo, depois de Berlim.[3] A cidade é basicamente uma das muitas comunidades da Áustria, mas também é uma cidade legal na classificação de um distrito político e, desde 29 de dezembro de 1921, a "lei da separação" constitucional classifica-a como um estado, sua posição original mantida até hoje.[4]

Quick facts: Viena Wien, Município da Áustria ...
Viena
Wien

Viena
Estado Viena
Área 414,90 km²
População (2018) 1,899,055[1] hab.
Densidade 4.326,1 hab./km²
Altitude 347 m n.m.m.
Coordenadas 48° 12' Norte
16° 22' Este
Website www.wien.gv.at
Município de Viena
Município da Áustria
Close

É sede de várias organizações internacionais, como a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e a Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE). O Centro Internacional de Viena (UNRISD) abriga uma das quatro sedes das Organização das Nações Unidas (ONU). A Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) também está sediada na cidade, no mesmo complexo de edifícios do Centro Internacional de Viena. Devido à sua importância política internacional, Viena está entre as cidades globais no mundo.

Viena foi durante séculos a capital imperial da Casa de Habsburgo e, assim como a capital do Sacro Império Romano-Germânico, serviu também como capital do Império Austríaco, além de ter sido uma das duas principais cidades da Áustria-Hungria, como um centro cultural e político da Europa. Chegou a ser a quinta maior cidade do mundo, depois de Londres, Nova Iorque, Paris e Chicago, atingindo mais de dois milhões de habitantes por volta de 1910.[5] Após o fim da Primeira Guerra Mundial, a cidade perdeu, no entanto, cerca de um quarto de sua população.

O Centro histórico de Viena, que é caracterizado como o local de reinado dos Habsburgos, bem como o Palácio de Schönbrunn, são reconhecidos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) como Patrimônio da Humanidade. A Catedral de Santo Estêvão, ao lado da Riesenrad e outras atrações, são reconhecidas como um dos edifícios mais altos da cidade e do centro da igreja metropolitana. Viena é uma cidade com uma elevada qualidade de vida. No estudo internacional do Mercer, de 2015, a qualidade de vida foi comparada com base em 39 critérios, tais como fatores políticos, econômicos, sociais e ambientais, em 230 cidades em todo o mundo. Viena ocupou o primeiro lugar pela sétima vez consecutiva.[6][7][8] Também está colocada como uma das cidades mais ricas do mundo.[9] Atrai mais de 12 milhões de turistas por ano.[10]