Campanha presidencial de Alvaro Dias em 2018 - Wikiwand
For faster navigation, this Iframe is preloading the Wikiwand page for Campanha presidencial de Alvaro Dias em 2018.

Campanha presidencial de Alvaro Dias em 2018

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Campanha presidencial de Alvaro Dias
Eleição Eleição presidencial no Brasil em 2018
Candidatos Alvaro Dias (presidente),
Paulo Rabello de Castro (vice)
Partido Podemos
Coligação Podemos, PSC, PTC e PRP
Slogan "Mudança de Verdade"
Website www.alvarodias.com.br

A campanha presidencial de Alvaro Dias em 2018, foi oficializada em 4 de agosto de 2018, durante a convenção nacional do partido Podemos.[1]

Durante a convenção nacional, ficou oficializado o Senador Alvaro Dias para concorrer à presidência da República, tendo como vice-presidente o ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro.[2]

Paulo Rabello de Castro havia sido oficializado candidato à presidência pelo seu partido, o PSC, tendo a candidatura cancelada para uma possível aliança com o Podemos.[3]

Programas

Alvaro Dias lançou sua campanha sob o slogan de refundar a República em 100 dias, propondo 20 metas a serem seguidas durante o seu governo. Divulgada as Diretrizes Gerais, o candidato à presidência propunha um pacto federativo. Defendia que o crescimento da economia fosse impulsionado pelos cidadãos tendo como principal base um mercado livre e competitivo. Ele defendeu também a liberação de créditos e uma reforma tributária sob a justificativa de retomar a economia do país.[4]

Segurança Pública

No campo da violência, o candidato à presidência defendeu o investimento em inteligência, informação e Integração para combater o crime, investindo também nas fronteiras para que não entre armas e drogas no país. Defendia também o investimento na primeira infância, uma boa alimentação e saúde para as crianças.[5]Afirmou também defender o uso de armamento pesado por parte das forças policiais.

Porte de Armas

No que diz respeito ao porte de arma, Alvaro Dias propôs que o Congresso Nacional deveria ter seguido o referendo de 2005, quando houve um plebiscito sobre o porte de arma de fogo no país. Porém, defendeu que houvesse rigorosos critérios para atestar a capacidade do cidadão de ter porte de arma no país.[6]

Educação

No tocante às propostas do candidato à educação, assinou um termo de compromisso de iniciativa da Rede Nacional Primeira Infância, se comprometendo a criar quatro milhões de vagas em creches no pais, tanto em rede pública quanto na rede privada.[7] Promete também cem porcento de alunos no Ensino Integral até 2022. Pretendia criar o projeto duzentos gênios para universidades.[carece de fontes?]

Privatização

Alvaro Dias concordava com a privatização de estatais, com exceção da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e a Petrobras. Ele, no entanto, defendia a privatização das subsidiárias da Petrobrás sem sua completa privatização. Ele classificou essas três empresas como "instituições, mais do que empresas estatais". Ele disse que seria necessário iniciar um programa de revitalização e depois a venda das 146 empresas estatais. Ele criticou a máquina pública, alegando ser muito grande.[8]

Candidatos

Coligação Mudança de Verdade
Alvaro Dias Paulo Rabello
para presidente para vice-presidente
Senador pelo Paraná
1º de fevereiro de 1999
até atualidade
35° Presidente do BNDES
1º de junho de 2017
até 7 de abril de 2018
Partidos integrantes:[9]

Resultado da eleição

Eleições presidenciais

Ano de eleição Candidato Primeiro turno Segundo turno
# do total de votos % do total de votos # do total de votos % do total de votos
2018 Alvaro Dias 859.574 0,8% Não participou Não participou

Ver também

Referências

  1. Chagas, Paulo Vitor (4 de agosto de 2018). «Álvaro Dias é oficializado candidato à Presidência pelo Podemos». Agência Brasil. Consultado em 23 de setembro de 2018 
  2. Marcelo Ribeiro (1 de agosto de 2018). «Paulo Rabello de Castro é anunciado vice na chapa de Alvaro Dias». Valor. Consultado em 17 de setembro de 2018 
  3. Gustavo Garcia. «PSC desiste de ter candidato próprio a presidente e indica Paulo Rabello de Castro para vice de Alvaro Dias». G1. Globo.com. Consultado em 17 de setembro de 2018 
  4. «PLANO DE METAS 19+1 PELA REFUNDAÇÃO DA REPÚBLICA» (PDF). Alvarodias.com.br. Consultado em 17 de setembro de 2018 
  5. «Alvaro Dias defende liberação de crédito e reforma tributária para retomar crescimento da economia». G1. Globo.com. Consultado em 17 de setembro de 2018 
  6. «Eleições 2018: o que pensa Alvaro Dias, candidato do Podemos». Veja. Consultado em 17 de setembro de 2018 
  7. Netto, João Cláudio (22 de agosto de 2018). «Álvaro Dias assina compromisso de políticas para a primeira infância e diz que abrirá 4 milhões de matrículas em creches». G1. Consultado em 23 de setembro de 2018 
  8. Jungblut, Cristiane; Góes, Bruno (6 de junho de 2018). «Álvaro Dias diz ser a favor da privatização com exceção da Petrobras, do BB e da Caixa». O Globo. Consultado em 17 de setembro de 2018 
  9. Lindner, Julia; Augusto, Leonardo (23 de março de 2018). «Álvaro Dias lança pré-candidatura à Presidência em Belo Horizonte - Política - Estadão». O Estado de S.Paulo. Estadão. Consultado em 23 de setembro de 2018 
{{bottomLinkPreText}} {{bottomLinkText}}
Campanha presidencial de Alvaro Dias em 2018
Listen to this article