Fandor - Wikiwand
For faster navigation, this Iframe is preloading the Wikiwand page for Fandor.

Fandor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Fandor
Serviço de streaming de filmes por assinatura, compartilhamento de vídeo
Fundação Março de 2011
Sede San Francisco, California,  Estados Unidos
Pessoas-chave Larry Aidem
Chris Kelly
Dan Aronson
Jonathan Marlow
Albert Reinhardt
David Hudson
Felice Oper
Website oficial www.fandor.com

Fandor é um serviço de visualização de filmes de assinatura americana e uma plataforma de compartilhamento de vídeo social.

Com sede em San Francisco, Califórnia, a empresa foi fundada em 2010 e lançada oficialmente em 9 de março de 2011 no South by Southwest festival e conferência em Austin, Texas.[1][2]

Fandor "é especializada em filmes independentes, clássicos, filmes mudos, filmes estrangeiros, documentários e curtas". A maioria dos mais de 6.000 filmes de Fandor estão fora dos principais canais e vêm de uma variedade de culturas, períodos de tempo e gêneros.[3] O serviço transmite conteúdo para home theaters, através de dispositivos como Roku,[4] computadores, dispositivos móveis e tablets, como o iPad da Apple Inc.[5] Também está disponível através de Sling TV como um complemento.

Em setembro de 2013, no Toronto International Film Festival, Fandor anunciou que o site estava sendo lançado para o público no Canadá.[6]

Modelo de negócio

A Fandor emprega um modelo de negócios de compartilhamento de receita, segundo o qual uma parte de toda a receita de assinatura é paga aos cineastas e distribuidores cujo conteúdo é licenciado pela Fandor.[7]

Keyframe

Keyframe é a revista digital de filmes independentes e internacionais hospedada no site da Fandor.[8] Publica entrevistas, críticas de filmes, ensaios em vídeo e outros trabalhos acadêmicos relacionados à arte do cinema.

Em 1º de maio de 2012, o jornalista David Hudson, ex-GreenCine e Mubi, juntou-se à Keyframe como correspondente-chefe.[9]

História

A Fandor foi fundada em 2010 em San Francisco, Califórnia, por Dan Aronson, Jonathan Marlow e Albert Reinhardt.[10] O ex-diretor de privacidade Facebook, Chris Kelly é membro do conselho de diretores da Fandor desde 2011.[11]

Em janeiro de 2014, Ted Hope, produtor independente de filmes e ex-diretor da San Francisco Film Society, se juntou a Fandor como CEO.[12] Em janeiro de 2015, Hope partiu para comandar a divisão original de filmes da Amazon Studios, e Chris Kelly tornou-se CEO interino. Em setembro de 2015, Larry Aidem, ex-diretor Sundance Channel, se juntou a Fandor como CEO, substituindo Kelly.[13]

Referências

  1. Kopytoff, Verne G. (9 de março de 2011). «Hoping to be the Netflix for the Sundance Crowd». The New York Times. Consultado em 28 de março de 2013 
  2. Kenny, Glenn (7 de abril de 2017). «Fandor: A Steaming Rabbit Hole Worth Falling Down». The New York Times. Consultado em 17 de setembro de 2017 
  3. Ebert, Roger. (8 de junho de 2012). "Movies don't stream themselves." Arquivado em 7 de fevereiro de 2013, no Wayback Machine. Chicago Sun-Times
  4. Sexton, Timothy. (10 de novembro de 2011). "Tech Watch: Indie On-Demand Movie Site Fandor Adds iPad App". IndieWire
  5. Lange, Maggie. (19 de janeiro de 2012). "Tech Watch: Indie On-Demand Movie Site Fandor Adds iPad App". IndieWire.
  6. Vlessing, Eran. (9 de setembro de 2013). "Fandor to Launch Canadian Streaming Movie Site." The Hollywood Reporter.
  7. Kung, Michelle. "Fandor Aims to be Netflix for Indie Films". The Wall Street Journal
  8. "Fandor Launches Keyframe as the Digital Magazine of Independent and International Film" Arquivado em 5 de março de 2016, no Wayback Machine.. (Press Release) Yahoo! Finance
  9. Singer, Matt. "Master Aggregator David Hudson Joins Fandor". IndieWire.
  10. Thompson, Anne. "Fandor Streams Indie Video: Sundance Meets Netflix". IndieWire.
  11. Appelo, Tim. "New Film Site Fandor: A Cross Between Sundance and Netflix, Only Smaller". The Hollywood Reporter.
  12. McNary, Dave. "Ted Hope Joins Independent Specialist Fandor as CEO". Variety.
  13. «Larry Aidem Joins Fandor as CEO (Exclusive)». Variety. Consultado em 7 de outubro de 2015 
{{bottomLinkPreText}} {{bottomLinkText}}
Fandor
Listen to this article