cover image

A Haia ou simplesmente Haia[2][3][4] (em neerlandês: Den Haag, [dɛnˈɦaːx] (escutar?·info), ou, oficialmente, 's-Gravenhage AFI: [ˈsxraːvə(n)ˌɦaːɣə]) é a terceira mais populosa cidade dos Países Baixos (depois de Amesterdão e Roterdão), com uma população de 489 375 (2010) (população da área metropolitana: 600 000) e com uma área aproximada de 100 quilômetros quadrados. Está localizada no oeste do país, na província da Holanda do Sul, da qual também é capital. A cidade da Haia, assim como Amesterdão, Roterdão e Utrecht, é parte do conglomerado urbano de Randstad, com uma população cerca de 7,6 milhões habitantes.

Quick facts: Coordenadas 52° 05' N 4° 18' E, País, , Pref...
Haia
Den Haag
O prédio alto à esquerda é a sede do Ministério da Educação, Cultura e Ciência. À direita, a sede do Ministério da Saúde, Bem-Estar e Esporte.
O prédio alto à esquerda é a sede do Ministério da Educação, Cultura e Ciência. À direita, a sede do Ministério da Saúde, Bem-Estar e Esporte.
Bandeira Brasão
Coordenadas 52° 05' N 4° 18' E
País  Países Baixos
Prefeito Johan Remkes (VVD)[1]
Área 
  Total 82,43 km²
    Água   15,77 km²
População 
  Cidade (1 de agosto de 2010) 496 745
    Densidade   6 026/km²
Fuso horário
  Verão (DST)
UTC +1 (UTC)
UTC +2 (UTC)
Close

A Haia é a sede de facto do governo do país: todavia, oficialmente, não é a capital dos Países Baixos, pois, de acordo com a constituição, a capital é Amesterdão. A Haia é a sede do Eerste Kamer (primeira câmara) e da Tweede Kamer (segunda câmara), respetivamente as câmaras alta e baixa, que formam o Staten Generaal (literalmente, os "Estados Gerais"). O rei Guilherme Alexandre dos Países Baixos vive e trabalha na Haia. Todas as embaixadas e ministérios estão localizados na cidade, assim como a Hoge Raad der Nederlanden (A Suprema Corte), o Raad van State (Conselho do Estado) e muitas organizações lobistas.

Outros lugares de interesse são a Grote Kerk, o Stadhuis e a Gevangenpoort. Quando o conde Guilherme da Holanda construiu, nesta cidade, seu castelo, em 1248, ela transformou-se no centro administrativo do condado. No fim do século XVI, a cidade emergiu como capital flamenga durante a sublevação dos Países Baixos contra a Espanha.

Na área metropolitana da cidade, estão instaladas diversas indústrias, como fábricas de material eletrônico, metalúrgicas, produtos químicos e alimentos. Entre seus conjuntos urbanos mais significativos, estão o Binnenhof (corte interior) e o Buitenhof (corte exterior).

Oops something went wrong: