Longitude, algumas vezes representada pela letra grega λ (lambda), descreve a localização de um lugar na Terra medido em graus, de zero a 180 para leste ou para oeste, a partir do Meridiano de Greenwich.[1]

Desenho da Terra mostrando as longitudes em graus (a longitude 0° está marcada no Meridiano de Greenwich).

Diferentemente da latitude, que tem a linha do Equador como um marco inicial natural, não há uma posição inicial natural para marcar a longitude. Portanto, um meridiano de referência tinha que ser escolhido. Enquanto os cartógrafos britânicos usavam o Meridiano de Greenwich há muito tempo, outras referências foram usadas como: El Hierro, Roma, Copenhage, Jerusalém, São Petersburgo, Pisa, Paris, Filadélfia e Washington.

Em 1884 na Conferência Internacional do Meridiano foi adotado o Meridiano de Greenwich como primeiro meridiano mundial.

Cada grau de longitude é subdividido em 60 minutos, e estes em 60 segundos. Uma longitude é especificada no formato graus (°) minutos (’) segundos ("). Caso a localidade esteja no oeste põe-se um sinal negativo (−) na frente da longitude. Ao invés de usar o sinal negativo, pode-se também usar as letras E e W para indicar "Leste" e "Oeste", respectivamente.

Uma longitude pode ser combinada com uma latitude para dar uma posição precisa de um lugar na superfície da Terra.

Diferentemente de um grau de latitude, que sempre corresponde a uma distância de 111,12 km, um grau de longitude varia de 0 a 111,12 km: se a distância for medida em um círculo de mesma latitude, a distância é de 111,12 km vezes o cosseno da latitude; se a distância for tirada num Círculo máximo, a distância é um pouco menor.

A longitude de um ponto pode ser determinada calculando a diferença de horário entre a localidade e o Tempo Universal Coordenado (UTC). Como um dia tem 24 horas e uma circunferência tem 360 graus, a terra se move em relação ao Sol a uma taxa de 15º por hora (360º dividido por 24 horas = 15º por hora). Para realizar esse cálculo, é necessário um relógio marcando o UTC, e determinar o horário local mediante observações astronômicas. Um exemplo é verificar a diferença entre a UTC (corrigida pela equação do tempo), e o meio-dia local, determinado pelo momento em que a sombra de uma barra vertical está na direção norte-sul.

Oops something went wrong: