Modinha

De Wikipedia, a enciclopédia livre

Modinha é um gênero musical de canção sentimental brasileira e portuguesa, cultivada nos séculos XVIII e XIX.[1][2] A modinha é marcada pela influência da ópera italiana. O termo modinha não deve ser confundido com o gênero moda, também de origem portuguesa.[3] Para a pesquisadora Susana Sardo,[4] o termo "moda" era empregado para representar as práticas musicais e coreografias mais comuns nas zonas rurais portuguesas, conceito que Manoel Joaquim Delgado[5] também utiliza para se referir às tradições locais que caiam no gosto do povo português.

No Brasil, a modinha é considerada como um dos primeiros ritmos que se tornaram realmente populares em várias partes do país. O Padre José Maurício foi um dos principais responsáveis por popularizar a modinha.

Quando Dom João VI veio pro Brasil fugindo da guerra, e de Napoleão, trouxe também muitos músicos portugueses. E uma das suas primeiras medidas foi criar uma Capela Real. Pra cantar e tocar nas missas contavam com 50 cantores e 100 instrumentistas, sendo uma das maiores orquestras do mundo na época. Pra comandar essa orquestra, o Dom João chamou o Padre José Maurício, um músico brasileiro, negro, pobre e descendente de escravizados, foi compositor e considerado o maior improvisador do mundo. Suas músicas são tocadas e ensinadas até hoje, no Brasil e no mundo.[6]