cover image

Mundo ocidental

países com uma cultura compartilhada originalmente europeia / De Wikipedia, a enciclopédia livre

Mundo ocidental, civilização ocidental ou simplesmente Ocidente (em latim: occidens - "pôr do sol, oeste", como distinto de Oriente), é um termo que se refere a diferentes nações, dependendo do contexto. Não há consenso sobre a definição das semelhanças desses países, além de terem uma população significativa de ascendência europeia e de terem culturas e sociedades fortemente influenciadas e/ou ligadas pela Europa.[3]

O mundo ocidental baseado na obra Choque de civilizações de Samuel P. Huntington (1996).[1] Em azul escuro está a extensão restrita do "Ocidente" (Austrália, Canadá, Estados Unidos, Europa Católica e Protestante, mais Nova Zelândia), enquanto em azul claro estão a Europa Ortodoxa e América Latina. Para Huntington, a Europa Ortodoxa é a parte "Oriental" do Ocidente, enquanto a América Latina era parte do Ocidente ou é uma civilização descendente que foi geminada dele.[2]
O Ocidente em azul escuro, tal como definido por Samuel Huntington em seu livro Choque de civilizações (1996).

O conceito da parte ocidental do mundo tem sua origem na civilização greco-romana na Europa, com o advento do cristianismo. Na Idade Moderna, a cultura ocidental tem sido fortemente influenciada pelas tradições de movimentos como o Renascimento,[4] a Reforma Protestante, o iluminismo, e tem sido moldada pelo expansivo colonialismo europeu do século XV ao XX. Seu uso político foi temporariamente alterado por um antagonismo interno durante a Guerra Fria, no fim do século XX (1947-1991).

Originalmente, o termo tinha um significado geográfico, contrastando a Europa das culturas e civilizações ligadas ao Oriente Médio, Norte de África, Oriente Próximo, Ásia Meridional, Sudeste Asiático e Extremo Oriente, que costumavam ser vistas como "Oriente" pelos primeiros europeus modernos. No entanto, atualmente essa definição tem pouca relevância geográfica, principalmente desde que os Estados Unidos e o Canadá se formaram na América, a Rússia se expandiu para o Ásia Setentrional e a Austrália e a Nova Zelândia foram criadas na Oceania.

No sentido cultural contemporâneo, o mundo ocidental inclui a maior parte da Europa, além de muitos países de origem colonial europeia nas América do Norte e na Australásia, como Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia.[5][6][7]