Simetria C - Wikiwand
For faster navigation, this Iframe is preloading the Wikiwand page for Simetria C.

Simetria C

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Teoria quântica de campos (Diagramas de Feynman) Histórica Pano de fundo Teoria de gauge Teoria dos campos Simetria de Poincaré Mecânica quântica Quebra espontânea de simetria Simetrias Crossing Simetria C Paridade Simetria T Ferramentas Anomalia Teoria efetiva dos campos Matriz CKM Valor esperado do vácuo Faddeev–Popov ghosts Diagramas de Feynman Fórmula da redução de LSZ Propagator Quantização Renormalização Vácuo quântico Teorema de Wick Axiomas de Wightman Equações Equação de Dirac Equação de Klein–Gordon Equação de Proca Equação de Wheeler–DeWitt Modelo padrão Força eletrofraca Mecanismo de Higgs Cromodinâmica quântica Eletrodinâmica quântica Teoria de Yang–Mills Teorias incompletas Gravidade quântica Teoria das cordas Supersimetria Technicolor Teoria do tudo Cientistas Adler • Bethe • Bogoliubov • Callan • Candlin • Coleman • DeWitt • Dirac • Dyson • Fermi • Feynman • Fierz • Fröhlich • Gell-Mann • Goldstone • Gross • 't Hooft • Jackiw • Klein • Landau • Lee • Lehmann • Majorana • Nambu • Parisi • Polyakov • Salam • Schwinger • Skyrme • Stueckelberg •Symanzik • Tomonaga • Veltman • Weinberg • Weisskopf • Wilson • Wilczek • Witten • Yang • Yukawa • Zimmermann • Zinn-Justin Esta caixa: verdiscutireditar

Em física, simetria C ou simetria de carga refere-se à simetria das leis da física sob uma conjugação de transformação de cargas. Eletromagnetismo, gravidade e a força nuclear forte obedecem esta simetria, já a força nuclear fraca a viola.

Definição no eletromagnetismo

As leis do eletromagnetismo (tanto para a física clássica quanto para física quântica) são invariantes sob este tipo de transformação simétrica: se cada carga q fosse trocada pela carga -q e as direções dos campos elétrico e magnético fossem revertidas, a dinâmica seria preservada e não haveria pelo comportamentos das partículas constatar qualquer alteração. Pela teoria quântica de campos:

Perceba que estas transformações não alteram o chirality da partícula. Um neutrino que tenha spin negativo seria tomado pela simetria-C por um antineutrino com spin idêntico, o qual não interage no modelo padrão. Esta propriedade é o que torna a simetria-C incompatível com a força nuclear fraca.

Há alguns postulados para o modelo padrão que propõem uma simetria esquerda-direita, a qual seria compatível com a força nuclear fraca.[carece de fontes?]

Combinação de carga com reversão de paridade

Durante muito tempo os físicos acreditaram que a simetria-C poderia ser combinada com a transformação de inversão de paridade e formar uma simetria-CP. Entretanto, violações de ambas as simetrias foram identificadas em diversos experimentos físicos na força nuclear fraca (particularmente nas partículas kaons e mesons). Segundo o modelo padrão, esta violação da simetria-CP é devida a uma fase singular na matriz CKM.

Se a simetria-CP for combinada com a reversão da simetria-T o resultado, conhecido por simetria-CPT, pode ser demonstrado utilizando-se os axiomas de Wightman e será obedecido universalmente por todas as leis físicas conhecidas.[1]

Referências

  1. Sozzi, M. S. (2008). Discrete symmetries and CP violation. [S.l.]: Oxford University Press. ISBN 978-0-19-929666-8 
{{bottomLinkPreText}} {{bottomLinkText}}
Simetria C
Listen to this article