Campeonato Europeu de Futebol de 2016 - Wikiwand
For faster navigation, this Iframe is preloading the Wikiwand page for Campeonato Europeu de Futebol de 2016.

Campeonato Europeu de Futebol de 2016

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Campeonato Europeu de Futebol de 2016
Championnat d'Europe de Football 2016 (em francês)

Logotipo oficial
Dados
Participantes 24
Organização UEFA
Anfitrião França
Período 10 de junho – 10 de julho[1][2]
Gol(o)s 108
Partidas 51
Média 2,12 gol(o)s por partida
Campeão Portugal (1º título)
Vice-campeão França
3.º colocado País de Gales
Alemanha
Melhor marcador França Antoine Griezmann – 6 gols
Melhor ataque (fase inicial) 6 gols:
Melhor defesa (fase inicial) Nenhum gol:
Maior goleada
(diferença)
Hungria 0–4 Bélgica
Stadium MunicipalToulouse
26 de junho, oitavas de final
Público 2 437 303
Média 47 790,3 pessoas por partida
Premiações
Melhor jogador
França Antoine Griezmann
Melhor jogador jovem Portugal Renato Sanches
◄◄ 2012
2020 ►►

O Campeonato Europeu de Futebol de 2016, mais referido como Euro 2016, foi a 15.ª edição do Campeonato Europeu de seleções masculinas de futebol organizado pela UEFA.

Pela primeira vez, o Campeonato Europeu foi disputado por 24 seleções ocorrendo assim a expansão do formato de 16 equipas que era usado desde 1996[3] Sob este novo formato, os classificados competiram numa fase de grupos contendo seis grupos de quatro equipas cada, seguido por uma fase de eliminação com três fases e a final. Como anfitriã, a França teve classificação automática para o torneio, enquanto as outras 53 seleções competiram nas eliminatórias, de setembro de 2014 a novembro de 2015, para assegurar as 23 vagas remanescentes. Junto a estas seleções, estão a então bicampeã Espanha e, pela primeira vez desde a sua afiliação à UEFA, Gibraltar.

A França foi escolhida como sede a 28 de maio de 2010, quando a sua candidatura venceu a da Itália e a da Turquia.[4] As partidas foram jogadas em dez estádios entre nove cidades: Bordéus, Lens, Villeneuve-d'Ascq, Lyon, Marselha, Nice, Paris, Saint-Étienne e Toulouse. Foi a terceira vez que a França organizou o torneio, em que duas foram em 1960 e em 1984, sendo que a Seleção Francesa ganhou o torneio duas vezes: em 1984 e em 2000.

Como vencedor, Portugal ganhou o direito de jogar no Campeonato das Confederações de 2017 com sede na Rússia.

Escolha da sede

Os países candidatos
Os países candidatos

Quatro candidatas vieram antes do prazo final a 9 de março de 2009, que eram a França, Itália e Turquia como candidatas sós e Noruega e Suécia como candidatas em conjunto.[5] Estas últimas desistiram de concorrer em dezembro de 2009.[6]

A sede foi escolhida a 28 de maio de 2010.[7]

Resultado dos votos
Número de votos adquiridos[8]
Federações candidatas 1.a rodada 2.a rodada
 França 43 7
 Turquia 38 6
 Itália 23 Eliminada
Votos totais 104 13

Por causa das suas nacionalidades, Michel Platini, Şenes Erzik e Giancarlo Abete não puderam participar nas votações.

Eliminatórias

  Países qualificados  Países eliminados nas eliminatórias
  Países qualificados
  Países eliminados nas eliminatórias

O sorteio das eliminatórias ocorreu no Palais des Congres Acropolis em Nice a 23 de fevereiro de 2014.[2] Os jogos das eliminatórias começaram em setembro de 2014.[1] Com a expansão para 24 equipas, países do meio do ranking têm uma oportunidade muito maior de se classificarem para o torneio do que anteriormente.

Um total de 53 equipas disputaram as 23 vagas e juntaram-se à anfitriã França. Os potes foram formados com base nos coeficientes de seleções da UEFA, com a campeã da Euro 2012 a Espanha e a anfitriã França automaticamente entrarão no topo. As 53 seleções foram sorteadas em oito grupos de seis equipas e um grupo de cinco equipas. Os vencedores dos grupos, os segundo colocados e o melhor terceiro colocado (com os resultados contra o sexto colocado descartados) classificam-se diretamente para as finais. Os restantes oito terceiros colocados irão disputar a "repescagem" de ida e volta para determinar os últimos quatro classificados.[9][10][11]

Anteriormente, Gianni Infantino declarou em março de 2012 que a UEFA iria rever as eliminatórias para garantir que ela não seja "chata".[12] Em setembro de 2011, durante a primeira reunião estratégica da UEFA, Michel Platini propôs um formato de eliminatórias envolvendo duas fases de grupos, mas a proposta não foi aceita pelos membros associados.[13] Em maio de 2013, Platini confirmou que um formato similar para as eliminatórias seria discutido a reunião do comité executivo da UEFA em setembro de 2013, em Dubrovnik.[14]

Equipas classificadas

Em negrito estão as edições em que a seleção foi campeã em em itálico estão as edições em que a seleção foi anfitriã.

País Método de qualificação Data de qualificação Participações
França França 10Anfitriã 0128 de maio de 2010 08 (1960, 1984, 1992, 1996, 2000, 2004, 2008, 2012)
 Inglaterra
Grupo E (campeão) 5 de setembro de 2015 08 (1968, 1980, 1988, 1992, 1996, 2000, 2004 e 2012)
 Tchéquia [a]
Grupo A (campeão) 6 de setembro de 2015 08 (1960, 1976, 1980, 1996, 2000, 2004, 2008 e 2012)
 Islândia
Grupo A (vice-campeão) 6 de setembro de 2015 Estreante
 Áustria
Grupo G (campeão) 8 de setembro de 2015 01 (2008)
 Irlanda do Norte
Grupo F (campeão) 8 de outubro de 2015 Estreante
 Portugal
Grupo I (campeão) 018 de outubro de 2015 06 (1984,1996, 2000, 2004, 2008, 2012)
 Espanha
Grupo C (campeão) 019 de outubro de 2015 09 (1964, 1980, 1984, 1988, 1996, 2000, 2004, 2008, 2012)
 Suíça
Grupo E (vice-campeão) 019 de outubro de 2015 03 (1996, 2004, 2008)
 Itália
Grupo H (campeão) 0110 de outubro de 2015 08 (1968, 1980, 1988, 1996, 2000, 2004, 2008, 2012)
 Bélgica
Grupo B (campeão) 0110 de outubro de 2015 04 (1972, 1980, 1984, 2000)
 País de Gales
Grupo B (vice-campeão) 0110 de outubro de 2015 Estreante
 Romênia
Grupo F (vice-campeão) 0111 de outubro de 2015 04 (1984, 1996, 2000, 2008)
 Albânia
Grupo I (vice-campeão) 0111 de outubro de 2015 Estreante
 Alemanha
Grupo D (campeão) 0111 de outubro de 2015 11 (1972, 1976, 1980, 1984, 1988, 1992, 1996, 2000, 2004, 2008, 2012)
 Polónia
Grupo D (vice-campeão) 0111 de outubro de 2015 02 (2008, 2012)
 Rússia [b]
Grupo G (vice-campeão) 12 de outubro de 2015 10 (1960, 1964, 1968, 1972, 1988, 1992, 1996, 2004, 2008, 2012)
 Eslováquia
Grupo C (vice-campeão) 0112 de outubro de 2015 Estreante
 Croácia
Grupo H (vice-campeão) 0113 de outubro de 2015 04 (1996, 2004, 2008, 2012)
 Turquia
Melhor 3° colocado 0113 de outubro de 2015 03 (1996, 2000, 2008)
 Hungria
Repescagem 15 de novembro de 2015 02 (1964, 1972)
 Irlanda
Repescagem 16 de novembro de 2015 02 (1988, 2012)
 Ucrânia
Repescagem 17 de novembro de 2015 01 (2012)
 Suécia
Repescagem 17 de novembro de 2015 05 (1992, 2000, 2004, 2008, 2012)
Notas
[a] ^ : A República Checa pelo período de 1960-80 competiu como Checoslováquia.
[b] ^ : A Rússia pelo período de 1960-92 competiu como URSS.

Sorteio final

O sorteio final dos grupos foi no Palais des Congrès de Paris a 12 de dezembro de 2015.[1][2]

A anfitriã França ocupa a posição 1 no Grupo A e a campeã Espanha também tem garantida a presença no Pote 1, independentemente do lugar que ocupa no "ranking".[15]

Pote 1 Pote 2 Pote 3 Pote 4

Identidade

Logótipo

O logótipo do Euro 2016 foi apresentado a 26 de junho de 2013 por Michel Platini, então presidente da UEFA no pavilhão Cambon Capucines em Paris. Num comunicado, a UEFA explica que "o objetivo é de associar a criatividade que caracteriza a cultura francesa assim como a beleza do futebol e de dar à UEFA Euro 2016 a sua identidade própria. Isto contribui em meter em valor o prestigio de um dos mais importantes eventos desportivos do planeta e dando-lhe uma identidade facilmente reconhecível". Foi concebido por a agência Portuguesa Brandia Central também responsável pelo logo da Euro 2012.

Inspirado do tema Celebrar a arte do futebol, o design é bem obscuro e combina com vários movimentos artísticos e diferentes elementos ligados ao futebol. O elemento central do logo é o troféu Henri Delaunay, criador da competição. O azul, o branco e o vermelho, cores da bandeira francesa misturam-se igualmente a linhas e formas delicadas a fim de produzir um estilo contemporâneo e obscuro.

Slogan

O slogan foi revelado em Marselha em 18 de outubro de 2013. Foi escolhido o slogan Le Rendez-Vous (O Encontro). Os organizadores querem dar ao torneio do Euro 2016, um espírito unificado dos espectadores e dos atores afim de celebrar a arte do futebol, o mais alto nível do continente europeu. Este novo logo substitui o utilizado durante a campanha de candidatura à organização do campeonato.

Mascote

O Super Victor
O Super Victor

A mascote do Euro 2016 foi definida a 18 de novembro de 2014. Após votação na Internet foi decidido, a 30 de novembro de 2014, que o nome da mascote será Super Victor.

O nome Super Victor é baseado na palavra vitória. O rapaz retratado na figura ganhou os seus super-poderes após encontrar uma capa mágica, chuteiras e ainda uma bola oficial do Euro 2016.[16]

Bola

Pela primeira vez, as fases de qualificação do euro têm uma bola especialmente dedicada. Ela foi revelada no mês de agosto de 2014 pela marca Adidas. Foi baseada sobre as tecnologias da Brazuca - nome da bola utilizada durante o Copa do Mundo FIFA de 2014 no Brasil.[17]

Árbitros

No dia 1 de Março de 2016 foram escolhidos os dezoito árbitros que dirigiram os cinquenta e um jogos da competição.[18]

Árbitro Reserva

Estádios[editar | editar código-fonte]

Inicialmente, doze estádios foram apresentados para a campanha da França, escolhidos a 28 de maio de 2010. Estes estádios deveriam ser cortados até chegar a nove até o final de maio de 2011, mas foi sugerido em junho de 2011 que onze estádios deveriam ser usados.[19] A Federação Francesa de Futebol teve que escolher quais nove estádios seriam utilizados. A escolha dos sete primeiros foi indiscutível - o estádio da seleção francesa, Stade de France, quatro estádios recém construídos em Lille, Lyon, Nice e Bordéus e aqueles das maiores cidades, Paris e Marselha. As duas últimas vagas, depois de Estrasburgo sair da escolha por razões financeiras seguidas de relegação,[20] foram designadas para Lens e Nancy na primeira rodada de votação, em vez de Saint-Étienne e Toulouse, escolhidos como estádios reservas. Em junho de 2011, o número de sub-sedes foi aumentado para onze por causa do novo formato do torneio com 24 participantes.[21] A decisão fez com que as cidades reservas de Toulouse e Saint-Étienne se unissem à lista de sub-sedes. No entanto, em dezembro de 2011, Nancy anunciou a sua retirada do torneio,[22] então nove cidades-sede serão usadas. O Stade de la Beaujoire em Nantes e o Stade de la Mosson em Montpellier, estádios que participaram no Campeonato do Mundo de Futebol de 1998, não foram escolhidos. A lista final das dez sub-sedes foram confirmadas pelo Comité Executivo da UEFA a 25 de janeiro de 2013.[23]

Ver artigo principal: França
Saint-Denis 2 5 Marselha 1 2 3 4 Lyon 1 2 4 5 Lille
Stade de France Stade Vélodrome Parc Olympique Lyonnais Stade Pierre-Mauroy
48° 55′ 28″ N, 2° 21′ 36″ L 43° 16′ 11″ N, 5° 23′ 45″ L 45° 45′ 56″ N, 4° 58′ 52″ L 50° 36′ 43″ N, 3° 07′ 50″ L
Capacidade: 81.338 Capacidade: 67.500
(Renovado)
Capacidade: 58.215
(Novo Estádio)
Capacidade: 50.186
 
 
Paris 1 2 3 4 Bordeaux 1 2
Parc des Princes Estádio Matmut Atlantique
48° 50′ 29″ N, 2° 15′ 11″ L 44° 53′ 50″ N, 0° 33′ 43″ O
Capacidade: 47.000
(Renovado)
Capacidade: 42.052
(Novo Estádio)
   
Saint-Étienne 2 4 5 Nice Lens 2 4 Toulouse 1 2
Stade Geoffroy-Guichard Allianz Riviera Stade Félix-Bollaert Stadium Municipal
45° 27′ 39″ N, 4° 23′ 24″ L 43° 42′ 25″ N, 7° 11′ 40″ L 50° 25′ 58,26″ N, 2° 48′ 53,47″ L 43° 34′ 59″ N, 1° 26′ 03″ L
Capacidade: 41.965
(Renovado)
Capacidade: 35.624
(Novo Estádio)
Capacidade: 38.223
(Renovado)
Capacidade: 33.150
(Renovado)

Nota: A capacidade figurada é aquela das partidas da Euro 2016, não necessariamente a capacidade total que o estádio suporta.

A 25 de abril de 2014 é desvendado o calendário da competição assim que a competição dos diferentes jogos nos estádios selecionados:

↑1 – Sub-sede na Campeonato do Mundo FIFA de 1998
↑2 – Sub-sede no Campeonato do Mundo FIFA de 1998
↑3 – Sub-sede na Campeonato Europeu de Futebol de 1960
↑4 – Sub-sede na Campeonato Europeu de Futebol de 1984
↑5 – Sub-sede na Copa das Confederações FIFA de 2003
↑6 – Todas as capacidades são estimadas.

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Em Portugal[editar | editar código-fonte]

Em Portugal o torneio foi emitido pela RTP e Sport TV.[24]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil o torneio foi todo transmitido pelos canais SporTV e TV Bandeirantes,[25] tendo a Rede Globo mostrando a partir das oitavas de final.[26]

Convocações[editar | editar código-fonte]

Cada seleção deverá entregar a lista definitiva dos 23 jogadores, dos quais 3 serão obrigatoriamente guarda-redes (goleiros), até 31 de maio de 2016.

Fase de grupos[editar | editar código-fonte]

As equipes classificadas nas eliminatórias, somadas à seleção anfitriã, serão divididas em seis grupos (A à F), nos quais quatro equipes se enfrentarão em turno único. As duas melhores classificadas de cada grupo, juntamente com as quatro melhores terceiras colocadas dentre os seis grupos, classificam-se para os oitavos de final.

Equipes finalistas
Equipes finalistas (4 melhores)
Equipes eliminadas

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1 França França 7 3 2 1 0 4 1 +3
2
 Suíça
5 3 1 2 0 2 1 +1
3
 Albânia
3 3 1 0 2 1 3 –2
4
 Romênia
1 3 0 1 2 2 4 –2
10 de junho França França 2 – 1
 Romênia
Stade de France, Saint-Denis
20:00
Giroud Gol marcado aos 57 minutos de jogo 57'
Payet Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89'
Relatório Stancu Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65' (pen) Público: 75 113
Árbitro: HungriaHUN Viktor Kassai
11 de junho Albânia 
0 – 1
 Suíça
Stade Félix-Bollaert, Lens
15:00
Relatório Schär Gol marcado aos 5 minutos de jogo 5' Público: 33 805
Árbitro: EspanhaESP Carlos Velasco Carballo

15 de junho Romênia 
1 – 1
 Suíça
Parc des Princes, Paris
18:00
Stancu Gol marcado aos 18 minutos de jogo 18' (pen) Relatório Mehmedi Gol marcado aos 57 minutos de jogo 57' Público: 43 576
Árbitro: RússiaRUS Sergei Karasev
15 de junho França França 2 – 0
 Albânia
Stade Vélodrome, Marselha
21:00
Griezmann Gol marcado aos 90 minutos de jogo 90'
Payet Gol marcado aos 90+6 minutos de jogo 90+6'
Relatório Público: 63 670
Árbitro: EscóciaSCO William Collum

19 de junho Romênia 
0 – 1
 Albânia
Parc Olympique Lyonnais, Lyon
21:00
Relatório Sadiku Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43' Público: 49 752
Árbitro: República ChecaCZE Pavel Královec
19 de junho Suíça 
0 – 0 França França Stade Pierre-Mauroy, Lille
21:00
Relatório Público: 45 616
Árbitro: EslovéniaSLO Damir Skomina

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1
 País de Gales
6 3 2 0 1 6 3 +3
2
 Inglaterra
5 3 1 2 0 3 2 +1
3
 Eslováquia
4 3 1 1 1 3 3 0
4
 Rússia
1 3 0 1 2 2 6 –4
11 de junho País de Gales 
2 – 1
 Eslováquia
Estádio Matmut Atlantique, Bordeaux
18:00
Bale Gol marcado aos 10 minutos de jogo 10'
Robson-Kanu Gol marcado aos 81 minutos de jogo 81'
Relatório Duda Gol marcado aos 61 minutos de jogo 61' Público: 37 831
Árbitro: NoruegaNOR Svein Oddvar Moen
11 de junho Inglaterra 
1 – 1
 Rússia
Stade Vélodrome, Marselha
21:00
Dier Gol marcado aos 73 minutos de jogo 73' Relatório V. Berezutskiy Gol marcado aos 90+2 minutos de jogo 90+2' Público: 62 343
Árbitro: ItáliaITA Nicola Rizzoli

15 de junho Rússia 
1 – 2
 Eslováquia
Stade Pierre-Mauroy, Lille
15:00
Glushakov Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80' Relatório Weiss Gol marcado aos 32 minutos de jogo 32'
Hamšík Gol marcado aos 45 minutos de jogo 45'
Público: 38 989
Árbitro: EslovéniaSVN Damir Skomina
16 de junho Inglaterra 
2 – 1
 País de Gales
Stade Félix-Bollaert, Lens
15:00
Vardy Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56'
Sturridge Gol marcado aos 90+2 minutos de jogo 90+2'
Relatório Bale Gol marcado aos 42 minutos de jogo 42' Público: 34 033
Árbitro: AlemanhaGER Felix Brych

20 de junho Rússia 
0 – 3
 País de Gales
Stadium Municipal, Toulouse
21:00
Relatório Ramsey Gol marcado aos 11 minutos de jogo 11'
N. Taylor Gol marcado aos 20 minutos de jogo 20'
Bale Gol marcado aos 67 minutos de jogo 67'
Público: 28 840
Árbitro: SuéciaSWE Jonas Eriksson
20 de junho Eslováquia 
0 – 0
 Inglaterra
Stade Geoffroy-Guichard, Saint-Étienne
21:00
Relatório Público: 39 051
Árbitro: EspanhaESP Carlos Velasco Carballo

Grupo C[editar | editar código-fonte]

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1
 Alemanha
7 3 2 1 0 3 0 +3
2
 Polónia
7 3 2 1 0 2 0 +2
3
 Irlanda do Norte
3 3 1 0 2 2 2 0
4
 Ucrânia
0 3 0 0 3 0 5 –5
12 de junho Polónia 
1 – 0
 Irlanda do Norte
Allianz Riviera, Nice
18:00
Milik Gol marcado aos 51 minutos de jogo 51' Relatório Público: 33 742
Árbitro: RomêniaROU Ovidiu Hațegan
12 de junho Alemanha 
2 – 0
 Ucrânia
Stade Pierre-Mauroy, Lille
21:00
Mustafi Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19'
Schweinsteiger Gol marcado aos 90+2 minutos de jogo 90+2'
Relatório Público: 43 035
Árbitro: InglaterraENG Martin Atkinson

16 de junho Ucrânia 
0 – 2
 Irlanda do Norte
Parc Olympique Lyonnais, Lyon
18:00
Relatório McAuley Gol marcado aos 49 minutos de jogo 49'
McGinn Gol marcado aos 90+6 minutos de jogo 90+6'
Público: 51 043
Árbitro: República ChecaCZE Pavel Královec
16 de junho Alemanha 
0 – 0
 Polónia
Stade de France, Saint-Denis
21:00
Relatório Público: 73 648
Árbitro: Países BaixosNED Björn Kuipers

21 de junho Ucrânia 
0 – 1
 Polónia
Stade Vélodrome, Marselha
18:00
Relatório Błaszczykowski Gol marcado aos 54 minutos de jogo 54' Público: 58 874
Árbitro: NoruegaNOR Svein Oddvar Moen
21 de junho Irlanda do Norte 
0 – 1
 Alemanha
Parc des Princes, Paris
18:00
Relatório Gómez Gol marcado aos 30 minutos de jogo 30' Público: 44 125
Árbitro: FrançaFRA Clément Turpin

Grupo D[editar | editar código-fonte]

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1
 Croácia
7 3 2 1 0 5 3 +2
2
 Espanha
6 3 2 0 1 5 2 +3
3
 Turquia
3 3 1 0 2 2 4 –2
4
 Tchéquia
1 3 0 1 2 2 5 –3
12 de junho Turquia 
0 – 1
 Croácia
Parc des Princes, Paris
15:00
Relatório Modrić Gol marcado aos 41 minutos de jogo 41' Público: 43 842
Árbitro: SuéciaSWE Jonas Eriksson
13 de junho Espanha 
1 – 0
 Tchéquia
Stadium Municipal, Toulouse
15:00
Piqué Gol marcado aos 87 minutos de jogo 87' Relatório Público: 29 400
Árbitro: PolóniaPOL Szymon Marciniak

17 de junho Tchéquia 
2 – 2
 Croácia
Stade Geoffroy-Guichard, Saint-Étienne
18:00
Škoda Gol marcado aos 76 minutos de jogo 76'
Necid Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89' (pen)
Relatório Perišić Gol marcado aos 37 minutos de jogo 37'
Rakitić Gol marcado aos 59 minutos de jogo 59'
Público: 38 376
Árbitro: InglaterraENG Mark Clattenburg
17 de junho Espanha 
3 – 0
 Turquia
Allianz Riviera, Nice
21:00
Morata Gol marcado aos 34 minutos de jogo 34', Gol marcado aos 48 minutos de jogo 48'
Nolito Gol marcado aos 37 minutos de jogo 37'
Relatório Público: 33 409
Árbitro: SérviaSRB Milorad Mažić

21 de junho Tchéquia 
0 – 2
 Turquia
Stade Félix-Bollaert, Lens
21:00
Relatório Yılmaz Gol marcado aos 10 minutos de jogo 10'
Tufan Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65'
Público: 32 836
Árbitro: EscóciaSCO William Collum
21 de junho Croácia 
2 – 1
 Espanha
Estádio Matmut Atlantique, Bordeaux
21:00
N. Kalinić Gol marcado aos 45 minutos de jogo 45'
Perišić Gol marcado aos 87 minutos de jogo 87'
Relatório Morata Gol marcado aos 7 minutos de jogo 7' Público: 37 245
Árbitro: Países BaixosNED Björn Kuipers

Grupo E[editar | editar código-fonte]

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1
 Itália
6 3 2 0 1 3 1 +2
2
 Bélgica
6 3 2 0 1 4 2 +2
3
 Irlanda
4 3 1 1 1 2 4 –2
4
 Suécia
1 3 0 1 2 1 3 –2
13 de junho Irlanda 
1 – 1
 Suécia
Stade de France, Saint-Denis
18:00
Hoolahan Gol marcado aos 48 minutos de jogo 48' Relatório Clark Gol contra marcado aos 71 minutos de jogo 71' (g.c.) Público: 73 419
Árbitro: SérviaSRB Milorad Mažić
13 de junho Bélgica 
0 – 2
 Itália
Parc Olympique Lyonnais, Lyon
21:00
Relatório Giaccherini Gol marcado aos 32 minutos de jogo 32'
Pellé Gol marcado aos 90+3 minutos de jogo 90+3'
Público: 55 408
Árbitro: InglaterraENG Mark Clattenburg

17 de junho Itália 
1 – 0
 Suécia
Stadium Municipal, Toulouse
15:00
Éder Gol marcado aos 88 minutos de jogo 88' Relatório Público: 29 600
Árbitro: HungriaHUN Viktor Kassai
18 de junho Bélgica 
3 – 0
 Irlanda
Estádio Matmut Atlantique, Bordeaux
15:00
R. Lukaku Gol marcado aos 48 minutos de jogo 48', Gol marcado aos 70 minutos de jogo 70'
Witsel Gol marcado aos 61 minutos de jogo 61'
Relatório Público: 39 493
Árbitro: TurquiaTUR Cüneyt Çakır

22 de junho Itália 
0 – 1
 Irlanda
Stade Pierre-Mauroy, Lille
21:00
Relatório Brady Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85' Público: 44 268
Árbitro: RomêniaROU Ovidiu Hațegan
22 de junho Suécia 
0 – 1
 Bélgica
Allianz Riviera, Nice
21:00
Relatório Nainggolan Gol marcado aos 84 minutos de jogo 84' Público: 34 011
Árbitro: AlemanhaGER Felix Brych

Grupo F[editar | editar código-fonte]

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1
 Hungria
5 3 1 2 0 6 4 +2
2
 Islândia
5 3 1 2 0 4 3 +1
3
 Portugal
3 3 0 3 0 4 4 0
4
 Áustria
1 3 0 1 2 1 4 –3
14 de junho Áustria 
0 – 2
 Hungria
Estádio Matmut Atlantique, Bordeaux
18:00
Relatório Szalai Gol marcado aos 62 minutos de jogo 62'
Stieber Gol marcado aos 87 minutos de jogo 87'
Público: 34 424
Árbitro: FrançaFRA Clément Turpin
14 de junho Portugal 
1 – 1
 Islândia
Stade Geoffroy-Guichard, Saint-Étienne
21:00
Nani Gol marcado aos 31 minutos de jogo 31' Relatório B. Bjarnason Gol marcado aos 50 minutos de jogo 50' Público: 38 742
Árbitro: TurquiaTUR Cüneyt Çakır

18 de junho Islândia 
1 – 1
 Hungria
Stade Vélodrome, Marselha
18:00
Sigurðsson Gol marcado aos 40 minutos de jogo 40' (pen) Relatório Sævarsson Gol contra marcado aos 88 minutos de jogo 88' (g.c.) Público: 60 842
Árbitro: RússiaRUS Sergei Karasev
18 de junho Portugal 
0 – 0
 Áustria
Parc des Princes, Paris
21:00
Relatório Público: 44 291
Árbitro: ItáliaITA Nicola Rizzoli

22 de junho Islândia 
2 – 1
 Áustria
Stade de France, Saint Denis
18:00
Böðvarsson Gol marcado aos 18 minutos de jogo 18'
Traustason Gol marcado aos 90+4 minutos de jogo 90+4'
Relatório Schöpf Gol marcado aos 60 minutos de jogo 60' Público: 68 714
Árbitro: PolóniaPOL Szymon Marciniak
22 de junho Hungria 
3 – 3
 Portugal
Parc Olympique Lyonnais, Lyon
18:00
Gera Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19'
Dzsudzsák Gol marcado aos 47 minutos de jogo 47', Gol marcado aos 55 minutos de jogo 55'
Relatório Nani Gol marcado aos 42 minutos de jogo 42'
Ronaldo Gol marcado aos 50 minutos de jogo 50', Gol marcado aos 62 minutos de jogo 62'
Público: 55 514
Árbitro: InglaterraENG Martin Atkinson

Índice técnico dos terceiros colocados[editar | editar código-fonte]

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG Gr.
1
 Eslováquia
4 3 1 1 1 3 3 0 B
2
 Irlanda
4 3 1 1 1 2 4 –2 E
3
 Portugal
3 3 0 3 0 4 4 0 F
4
 Irlanda do Norte
3 3 1 0 2 2 2 0 C
5
 Turquia
3 3 1 0 2 2 4 –2 D
6
 Albânia
3 3 1 0 2 1 3 –2 A

Fase final[editar | editar código-fonte]

Esquema da fase eliminatória[editar | editar código-fonte]

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
                           
25 de junho – Saint-Étienne            
 
 Suíça
 1 (4)
30 de junho – Marselha
 
 Polónia
(pen)
 1 (5)  
 
 Polónia
 1 (3)
25 de junho – Lens
   
 Portugal
(pen)
 1 (5)  
 
 Croácia
 0
6 de julho – Lyon
 
 Portugal
(pro)
 1  
 
 Portugal
 2
25 de junho – Paris
   
 País de Gales
 0  
 
 País de Gales
 1
1 de julho – Lille
 
 Irlanda do Norte
 0  
 
 País de Gales
 3
26 de junho – Toulouse
   
 Bélgica
 1  
 
 Hungria
 0
10 de julho – Saint-Denis
 
 Bélgica
 4  
 
 Portugal
(pro)
 1
26 de junho – Lille
    França França  0
 
 Alemanha
 3
2 de julho – Bordeaux
 
 Eslováquia
 0  
 
 Alemanha
(pen)
 1 (6)
27 de junho – Saint-Denis
   
 Itália
 1 (5)  
 
 Itália
 2
7 de julho – Marselha
 
 Espanha
 0  
 
 Alemanha
 0
26 de junho – Lyon
   França França  2  
 França França  2
3 de julho – Saint-Denis  
 
 Irlanda
 1  
 França França  5
27 de junho – Nice
   
 Islândia
 2  
 
 Inglaterra
 1
 
 Islândia
 2  

Oitavas de final[editar | editar código-fonte]

25 de junho Suíça 
1 – 1 (pro)
 Polónia
Stade Geoffroy-Guichard, Saint-Étienne
15:00
Shaqiri Gol marcado aos 82 minutos de jogo 82' Relatório Błaszczykowski Gol marcado aos 39 minutos de jogo 39' Público: 38 842
Árbitro: InglaterraENG Mark Clattenburg
    Penalidades  
Lichtsteiner

Xhaka

Shaqiri

Schär

Rodríguez
4 – 5
Lewandowski
Milik
Glik
Błaszczykowski
Krychowiak
 

25 de junho País de Gales 
1 – 0
 Irlanda do Norte
Parc des Princes, Paris
18:00
McAuley Gol contra marcado aos 75 minutos de jogo 75' (g.c.) Relatório Público: 44 342
Árbitro: InglaterraENG Martin Atkinson

25 de junho Croácia 
0 – 1 (pro)
 Portugal
Stade Félix-Bollaert, Lens
21:00
Relatório Quaresma Gol marcado aos 117 minutos de jogo 117' Público: 33 523
Árbitro: EspanhaESP Carlos Velasco Carballo

26 de junho França França 2 – 1
 Irlanda
Parc Olympique Lyonnais, Lyon
15:00
Griezmann Gol marcado aos 58 minutos de jogo 58', Gol marcado aos 61 minutos de jogo 61' Relatório Brady Gol marcado aos 2 minutos de jogo 2' (pen) Público: 56 279
Árbitro: ItáliaITA Nicola Rizzoli

26 de junho Alemanha 
3 – 0
 Eslováquia
Stade Pierre-Mauroy, Lille
18:00
Boateng Gol marcado aos 8 minutos de jogo 8'
Gómez Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43'
Draxler Gol marcado aos 63 minutos de jogo 63'
Relatório Público: 44 312
Árbitro: PolóniaPOL Szymon Marciniak

26 de junho Hungria 
0 – 4
 Bélgica
Stadium Municipal, Toulouse
21:00
Relatório Alderweireld Gol marcado aos 10 minutos de jogo 10'
Batshuayi Gol marcado aos 78 minutos de jogo 78'
Hazard Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80'
Carrasco Gol marcado aos 90+1 minutos de jogo 90+1'
Público: 38 921
Árbitro: SérviaSRB Milorad Mažić

27 de junho Itália 
2 – 0
 Espanha
Stade de France, Saint Denis
18:00
Chiellini Gol marcado aos 33 minutos de jogo 33'
Pellè Gol marcado aos 90+1 minutos de jogo 90+1'
Relatório Público: 76 165
Árbitro: TurquiaTUR Cüneyt Çakır

27 de junho Inglaterra 
1 – 2
 Islândia
Allianz Riviera, Nice
21:00
Rooney Gol marcado aos 4 minutos de jogo 4' (pen) Relatório R. Sigurðsson Gol marcado aos 6 minutos de jogo 6'
Sigþórsson Gol marcado aos 18 minutos de jogo 18'
Público: 33 901
Árbitro: EslovéniaSVN Damir Skomina

Quartos de final[editar | editar código-fonte]

30 de junho Polónia 
1 – 1 (pro)
 Portugal
Stade Vélodrome, Marselha
21:00
Lewandowski Gol marcado aos 2 minutos de jogo 2' Relatório Sanches Gol marcado aos 33 minutos de jogo 33' Público: 62 940
Árbitro: AlemanhaGER Felix Brych
    Penalidades  
Lewandowski

Milik

Glik

Błaszczykowski
3 – 5
Ronaldo
Sanches
Moutinho
Nani
Quaresma
 

1 de julho País de Gales 
3 – 1
 Bélgica
Stade Pierre-Mauroy, Lille
21:00
A. Williams Gol marcado aos 31 minutos de jogo 31'
Robson-Kanu Gol marcado aos 55 minutos de jogo 55'
Vokes Gol marcado aos 86 minutos de jogo 86'
Relatório Nainggolan Gol marcado aos 13 minutos de jogo 13' Público: 45 936
Árbitro: EslovéniaSVN Damir Skomina

2 de julho Alemanha 
1 – 1 (pro)
 Itália
Estádio Matmut Atlantique, Bordeaux
21:00
Özil Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65' Relatório Bonucci Gol marcado aos 78 minutos de jogo 78' (pen) Público: 38 764
Árbitro: HungriaHUN Viktor Kassai
    Penalidades  
Kroos

Müller

Özil

Draxler

Schweinsteiger

Hummels

Kimmich

Boateng

Hector
6 – 5
Insigne
Zaza
Barzagli
Pellè
Bonucci
Giaccherini
Parolo
De Sciglio
Darmian
 

3 de julho França França 5 – 2
 Islândia
Stade de France, Saint Denis
21:00
Giroud Gol marcado aos 12 minutos de jogo 12', Gol marcado aos 59 minutos de jogo 59'
Pogba Gol marcado aos 20 minutos de jogo 20'
Payet Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43'
Griezmann Gol marcado aos 45 minutos de jogo 45'
Relatório Sigþórsson Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56'
B. Bjarnason Gol marcado aos 84 minutos de jogo 84'
Público: 76 833
Árbitro: Países BaixosNED Björn Kuipers

Semifinais[editar | editar código-fonte]

6 de julho Portugal 
2 – 0
 País de Gales
Parc Olympique Lyonnais, Lyon
21:00
Ronaldo Gol marcado aos 50 minutos de jogo 50'
Nani Gol marcado aos 53 minutos de jogo 53'
Relatório Público: 55 679
Árbitro: SuéciaSWE Jonas Eriksson

7 de julho Alemanha 
0 – 2 França França Stade Vélodrome, Marselha
21:00
Relatório Griezmann Gol marcado aos 45+2 minutos de jogo 45+2' (pen), Gol marcado aos 72 minutos de jogo 72' Público: 64 078
Árbitro: ItáliaITA Nicola Rizzoli

Final[editar | editar código-fonte]

10 de julho Portugal 
1 – 0 (pro) França França Stade de France, Saint-Denis
21:00
Éder Gol marcado aos 109 minutos de jogo 109' Relatório Público: 75 868
Árbitro: InglaterraENG Mark Clattenburg

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Europeu de Futebol de 2016
Portugal
Portugal
Campeão
(1° título)
Prêmio Bota de Ouro Prêmio Bota de Prata Prêmio Bota de Bronze
FRA Antoine Griezmann
POR Cristiano Ronaldo
FRA Olivier Giroud
Melhor Jogador do Torneio
FRA Antoine Griezmann[27]
Jovem Jogador do Torneio
POR Renato Sanches[28]

Equipe do torneio[editar | editar código-fonte]

Guarda Redes Defensores Meias Atacantes

Portugal Rui Patrício

Alemanha Joshua Kimmich

Alemanha Jérôme Boateng

Portugal Pepe

Portugal Raphaël Guerreiro

Alemanha Toni Kroos

País de Gales Joe Allen

França Antoine Griezmann

País de Gales Aaron Ramsey

França Dimitri Payet

Portugal Cristiano Ronaldo

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado até 10 de julho de 2016[29]

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Homem do Jogo[editar | editar código-fonte]

Maiores públicos[editar | editar código-fonte]

Público Seleção Placar Seleção Estádio Data Fase Ref.
1 76 833 França França 5–2
 Islândia
Stade de France 3 de julho Quartos de final [31]
2 76 165 Itália 
2–0
 Espanha
Stade de France 27 de junho Oitavos de final [32]
3 75 868 Portugal 
1–0 (pro) França França Stade de France 10 de julho Final [33]
4 75 113 França França 2–1
 Romênia
Stade de France 10 de junho Grupo A [34]
5 73 648 Alemanha 
0–0
 Polónia
Stade de France 16 de junho Grupo C [35]
6 73 419 Irlanda 
1–1
 Suécia
Stade de France 13 de junho Grupo E [36]
7 68 714 Islândia 
2–1
 Áustria
Stade de France 22 de junho Grupo F [37]
8 64 078 Alemanha 
0–2 França França Stade Vélodrome 7 de julho Semifinal [38]
9 63 670 França França 2–0
 Albânia
Stade Vélodrome 15 de junho Grupo A [39]
10 62 940 Polónia 
1–1 (3–5 pen)
 Portugal
Stade Vélodrome 30 de junho Quartos de final [40]

Menores públicos[editar | editar código-fonte]

Público Seleção Placar Seleção Estádio Data Fase Ref.
1 28 840 Rússia 
0–3
 País de Gales
Stadium Municipal 20 de junho Grupo B [41]
2 29 400 Espanha 
1–0
 Tchéquia
Stadium Municipal 13 de junho Grupo D [42]
3 29 600 Itália 
1–0
 Suécia
Stadium Municipal 17 de junho Grupo E [43]
4 32 836 Tchéquia 
0–2
 Turquia
Stade Félix-Bollaert 21 de junho Grupo D [44]
5 33 409 Espanha 
3–0
 Turquia
Allianz Riviera 17 de junho Grupo D [45]
6 33 523 Croácia 
0–1 (pro)
 Portugal
Stade Félix-Bollaert 25 de junho Oitavos de final [46]
7 33 742 Polónia 
1–0
 Irlanda do Norte
Allianz Riviera 12 de junho Grupo C [47]
8 33 805 Albânia 
0–1
 Suíça
Stade Félix-Bollaert 11 de junho Grupo A [48]
9 33 901 Inglaterra 
1–2
 Islândia
Allianz Riviera 27 de junho Oitavos de final [49]
10 34 011 Suécia 
0–1
 Bélgica
Allianz Riviera 22 de junho Grupo E [50]

Classificação final[editar | editar código-fonte]

A classificação final é determinada através da fase em que a seleção alcançou e a sua pontuação, levando em conta os critérios de desempate e os resultados dos jogos. Para estatísticas, partidas decididas na prorrogação são contadas como vitória ou derrota e partidas decididas em disputa por pênaltis são contadas como empate.

Pos. Seleção Gr Pts J V E D GP GC SG
Final
1
 Portugal
F 13 7 3 4 0 9 5 +4
2 França França A 16 7 5 1 1 13 5 +8
Eliminados nas semifinais
3
 País de Gales
B 12 6 4 0 2 10 6 +4
4
 Alemanha
C 11 6 3 2 1 7 3 +4
Eliminados nos quartos de final
5
 Itália
E 10 5 3 1 1 6 2 +4
6
 Bélgica
E 9 5 3 0 2 9 5 +4
7
 Polónia
C 9 5 2 3 0 4 2 +2
8
 Islândia
F 8 5 2 2 1 8 9 –1
Eliminados nos oitavos de final
9
 Croácia
D 7 4 2 1 1 5 4 +1
10
 Espanha
D 6 4 2 0 2 5 4 +1
11
 Suíça
A 6 4 1 3 0 3 2 +1
12
 Inglaterra
B 5 4 1 2 1 4 4 0
13
 Hungria
F 5 4 1 2 1 6 8 –2
14
 Eslováquia
B 4 4 1 1 2 3 6 –3
15
 Irlanda
E 4 4 1 1 2 3 6 –3
16
 Irlanda do Norte
C 3 4 1 0 3 2 3 –1
Eliminados na fase de grupos
17
 Turquia
D 3 3 1 0 2 2 4 –2
18
 Albânia
A 3 3 1 0 2 1 3 –2
19
 Romênia
A 1 3 0 1 2 2 4 –2
20
 Suécia
E 1 3 0 1 2 1 3 –2
21
 Tchéquia
D 1 3 0 1 2 2 5 –3
22
 Áustria
F 1 3 0 1 2 1 4 –3
23
 Rússia
B 1 3 0 1 2 2 6 –4
24
 Ucrânia
C 0 3 0 0 3 0 5 –5

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Segurança[editar | editar código-fonte]

Após os ataques em Paris em 13 de novembro de 2015, incluindo um em que o alvo pretendido era um jogo no Stade de France, controvérsias sobre a segurança dos jogadores e turistas durante o torneio surgiram. Noël Le Graët, presidente da Federação Francesa de Futebol, explicou que a preocupação com a segurança aumentou após os ataques. Ele afirmou: "Já havia uma preocupação com as Euros, agora é obviamente muito maior. Vamos continuar a fazer tudo o que pudermos para que a segurança seja garantida, apesar de todos os riscos que isso implica. Eu sei que todo mundo está atento. Obviamente isso significa que agora haverá ainda mais vigilantes. Mas é uma preocupação permanente para a Federação e o Estado [francês]".[51]

Hooliganismo[editar | editar código-fonte]

Um dia antes do torneio, aconteceram vários conflitos entre os jovens locais e torcedores ingleses em Marselha; a polícia dispersou os jovens locais com gás lacrimogêneo. Em 10 de junho, os fãs ingleses em Marselha entraram em confronto com a polícia.[52] Seis torcedores foram presos mais tarde e condenados à prisão.[53] Em 11 de junho, confrontos violentos eclodiram nas ruas da mesma cidade antes e depois do jogo do Grupo B entre Inglaterra e Rússia, que terminou empatado em um a um.[54] Foi relatado que um fã inglês estava em estado crítico no hospital, enquanto dezenas de outros ficaram feridos nos confrontos.[55] Em 14 de junho, foi dada a equipe russa uma desqualificação suspensa e multa de 150.000 euros, e advertiu que se a violência continuasse, resultaria em sua remoção do torneio. Além disso, 50 fãs russos foram deportados.[56] A violência entre fãs ingleses e russos aconteceu novamente em Lille, onde um total de 36 fãs foram presos e 16 pessoas foram hospitalizadas.[57]

No final da partida entre República Checa e Croácia pelo Grupo D, sinalizadores foram jogados no campo de onde torcedores croatas estavam. A partida foi interrompida por vários minutos, enquanto eles eram retirados. Também houve confronto entre os croatas.[58] Mais tarde, naquele mesmo dia, houve violência envolvendo adeptos turcos após a derrota da Turquia para a Espanha. Como resultado destes incidentes e problemas anteriores após as primeiras partidas dos países, a UEFA lançou procedimentos oficiais contra as federações croata e turca.[59]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «UUEFA EURO 2016: key dates and milestones». UEFA.com. 1 de fevereiro de 2013 
  2. a b c «UEFA EURO 2016 steering group meets in Paris». UEFA.com. 23 de outubro de 2012 
  3. "UEFA approves 24-team Euro from 2016". UEFA.com (União das Federações Europeias de Futebol). 27 de setembro de 2008.
  4. "France beat Turkey and Italy to stage Euro 2016". BBC Sport (British Broadcasting Corporation). 28 de maio de 2010.
  5. "Four candidates signal UEFA Euro 2016 interest". UEFA.com (Union of European Football Associations). 11 March 2009. Retrieved 11 January 2011.
  6. "Regeringen säger nej till EM 2016-ansökan". Associação Sueca de Futebol (em sueco). 9 de dezembro de 2009.
  7. "France chosen to host Euro 2016". UEFA.com (Union of European Football Associations). 28 de maio de 2010.
  8. http://www.football365.fr/france/equipe-de-france/article_420226_Euro-2016-La-France-gagne-7-voix-a-6.shtml, consulté le 28/05/2010, Resultados das 2 rodadas dos votos
  9. "UEFA EURO 2016 qualifying format". UEFA.com.
  10. "UEFA EURO 2016 regulations published". UEFA.com. 18 de dezembro de 2013.
  11. "Regulations of the UEFA European Football Championship 2014-16". UEFA.com.
  12. Ziegler, Martyn (28 de março de 2012). "Uefa admit expansion of European Championships to 24 teams 'not ideal'". The Independent (London: Independent Print Limited).
  13. "EURO 2016 qualifying: Platini's plan". Football-Rankings.info. 7 de outubro de 2011.
  14. "EURO 2016: UEFA looking to change qualifying format". Football-Rankings.info. 7 de junho de 2013.
  15. «Potes para o sorteio do UEFA EURO 2016 ganham forma». UEFA.com. 14 de outubro de 2015. Consultado em 14 de outubro de 2015 
  16. Globo Esporte.com. «Após votação, Uefa divulga nome do mascote da Euro 2016: "Super Victor"» 
  17. SportUne.fr (14 de agosto de 2014). «Euro 2016: Découvrez le ballon officiel du tournoi qualificatif». Frenzall. Consultado em 29 de março de 2015 
  18. «Full UEFA EURO 2016 referee teams named». Uefa.com. 1 de março de 2016 
  19. "France To Host Euro 2016 at Eleven Venues". Supersport (Reuters). 16 de junho de 2011.
  20. "Strasbourg se rétracte" [Estrasburgo se retira]. Sport24 (em francês). 29 de julho de 2011.
  21. Bisson, Mark (17 de junho de 2011). "France gets go-ahead to stage Euro 2016 in 11 host cities". World Football Insider.
  22. "Nancy renonce à accueillir l'Euro 2016" [Nancy desiste da Euro 2016]. Agence France-Presse (em francês) (Le Monde). 2 de dezembro de 2011.
  23. "Executive Committee confirms EURO 2016 venues". UEFA.com. 25 de janeiro de 2013.
  24. «RTP adquiriu os direitos de transmissão do Euro 2016». Diário de Notícias. 24 de Junho de 2015. Consultado em 22 de Janeiro de 2016 
  25. «Globo divide direitos da Eurocopa de 2016 com a Band». RD1. 7 de Dezembro de 2014. Consultado em 25 de Abril de 2016 
  26. NaTelinha (25 de junho de 2016). «Globo começa a transmitir Eurocopa a partir deste domingo». Consultado em 4 de julho de 2016 
  27. «Antoine Griezmann eleito Melhor Jogador do torneio». UEFA. 11 de julho de 2016. Consultado em 11 de julho de 2016 
  28. «Renato Sanches eleito Jovem Jogador do Torneio». UEFA. 10 de julho de 2016. Consultado em 10 de julho de 2016 
  29. «UEFA Euro 2016 – Estatísticas – UEFA EURO 2016 em números». UEFA. Consultado em 15 de junho de 2016 
  30. a b c d e f g h i j «Premiação». UEFA.com. Consultado em 21 de junho de 2016 
  31. «Relatório: França 5x2 Islândia». UEFA. 3 de julho de 2016. Consultado em 3 de julho de 2016 
  32. «Relatório: Itália 2x0 Itália». UEFA. 27 de julho de 2016. Consultado em 27 de junho de 2016 
  33. «Relatório: Portugal 1x0 (pro) França». UEFA. 10 de julho de 2016. Consultado em 10 de julho de 2016 
  34. «Relatório: França 2x1 Romênia». UEFA. 10 de junho de 2016. Consultado em 21 de junho de 2016 
  35. «Relatório: Alemanha 0x0 Polónia». UEFA. 16 de junho de 2016. Consultado em 21 de junho de 2016 
  36. «Relatório: Irlanda 1x1 Suécia». UEFA. 13 de junho de 2016. Consultado em 21 de junho de 2016 
  37. «Relatório: Islândia 2x1 Áustria». UEFA. 22 de junho de 2016. Consultado em 22 de junho de 2016 
  38. «Relatório: Alemanha 0x2 França». UEFA. 7 de julho de 2016. Consultado em 7 de julho de 2016 
  39. «Relatório: França 2x0 Albânia». UEFA. 15 de junho de 2016. Consultado em 21 de junho de 2016 
  40. «Relatório: Polónia 1x1 (3-5 pen.) Portugal». UEFA. 30 de junho de 2016. Consultado em 30 de junho de 2016 
  41. «Relatório: Rússia 0x3 País de Gales». UEFA. 20 de junho de 2016. Consultado em 21 de junho de 2016 
  42. «Relatório: Espanha 1x0 República Tcheca». UEFA. 13 de junho de 2016. Consultado em 21 de junho de 2016 
  43. «Relatório: Itália 1x0 Suécia». UEFA. 17 de junho de 2016. Consultado em 21 de junho de 2016 
  44. «Relatório: República Tcheca 0x0 Turquia». UEFA. 21 de junho de 2016. Consultado em 21 de junho de 2016 
  45. «Relatório: Espanha 3x0 Turquia». UEFA. 17 de junho de 2016. Consultado em 21 de junho de 2016 
  46. «Relatório: Croácia 0x1 Portugal». UEFA. 25 de junho de 2016. Consultado em 25 de junho de 2016 
  47. «Relatório: Polónia 1x1 Irlanda do Norte». UEFA. 12 de junho de 2016. Consultado em 21 de junho de 2016 
  48. «Relatório: Albânia 0x1 Suíça». UEFA. 11 de junho de 2016. Consultado em 21 de junho de 2016 
  49. «Relatório: Inglaterra 1x2 Islândia». UEFA. 27 de junho de 2016. Consultado em 27 de junho de 2016 
  50. «Relatório: Suécia 0x1 Bélgica». UEFA. 22 de junho de 2016. Consultado em 23 de junho de 2016 
  51. Jackson, Jamie (14 de novembro de 2015). «Euro 2016 organisers facing up to growing terrorism risk to finals». theguardian.com. Consultado em 15 de novembro de 2015 
  52. «Euro 2016: England fan arrested after Marseille clash». BBC News. 10 de junho de 2016. Consultado em 14 de junho de 2016 
  53. «England fans sentenced to prison for Euro 2016 violence». CNN. 13 de junho de 2016. Consultado em 14 de junho de 2016 
  54. «Euro 2016: Violence mars England-Russia match - BBC News». BBC News (em inglês). Consultado em 11 de junho de 2016 
  55. «England fan fighting for his life and dozens more injured as English fans and Russian thugs clash at Euro 2016 in Marseille». The Telegraph. Consultado em 11 de junho de 2016 
  56. «Euro 2016 violence: Uefa gives Russia suspended disqualification and €150,000 fine as French authorities set to deport up to 50 Russian fans». The Daily Telegraph. 14 de junho de 2016. Consultado em 14 de junho de 2016 
  57. «Euro 2016: dozens arrested in Lille after England and Russia supporters clash». Guardian. 16 de junho de 2016. Consultado em 16 de junho de 2016 
  58. «Croatia v Czech Republic Euro 2016 match suspended after 'sports terrorists' fight and throw flares on pitch». Telegraph.co.uk. 17 de junho de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016 
  59. «Croatia sorry for crowd trouble at Czech Republic match». 17 de junho de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Campeonato Europeu de Futebol de 2016
{{bottomLinkPreText}} {{bottomLinkText}}
Campeonato Europeu de Futebol de 2016
Listen to this article