Josef Stalin ou Estaline[1][nota 1] (Gori, 18 de dezembro de 1878 – Moscou, 5 de março de 1953) foi um revolucionário comunista e político soviético de origem georgiana. Governou a União Soviética (URSS) de meados da década de 1920 até sua morte, servindo como Secretário Geral do Partido Comunista de 1922 a 1952, e como primeiro-ministro de seu país de 1941 a 1953. Inicialmente presidindo um estado unipartidário que governava por um sistema de liderança coletiva, consolidou o poder tornando-se o ditador ou autocrata da União Soviética já na década de 1930. Ideologicamente ligado à interpretação leninista do marxismo, ajudou a formalizar essas ideias como marxismo-leninismo, enquanto suas próprias políticas ficaram conhecidas como stalinismo.

Quick facts: Josef Stalin, Josef Estaline • Иосиф Виссарио...
Josef Stalin
Josef Estaline • Иосиф Виссарионович Сталин (em russo)იოსებ სტალინი (em georgiano)
Josef Stalin
Stalin em 1937
Secretário-geral do Partido Comunista da União Soviética
Período 3 de abril de 1922
a 5 de março de 1953
Antecessor(a) Vyacheslav Molotov
(como Secretário Responsável)
Sucessor(a) Geórgiy Malenkov (de facto)
Presidente do Conselho de Ministros da União Soviética
Período 6 de maio de 1941
a 5 de março de 1953
Primeiro vice-ministro da União Soviética Nikolai Voznesensky
Viatcheslav Molotov
Nikolai Bulganin
Antecessor(a) Vyacheslav Molotov
Sucessor(a) Geórgiy Malenkov
Comissário do Povo para Defesa
Período 19 de julho de 1941
a 3 de março de 1947
Primeiro-ministro Ele mesmo
Antecessor(a) Semyon Timoshenko
Sucessor(a) Nikolai Bulganin
Dados pessoais
Nome completo Josef Vissariónovitch Stalin
Alcunha(s) Koba
Nascimento 18 de dezembro de 1878
Gori, Tíflis
Império Russo
Morte 5 de março de 1953 (74 anos)
Moscou, Rússia Soviética
Prêmio(s) Pessoa do Ano (1939 e 1942)
Cônjuge Ekaterina Svanidze (1903 a 1907)
Nadezhda Alliluyeva (1919 a 1932)
Filhos Yakov Dzhugashvili
Konstantin Kuzakov
Vasily Dzhugashvili
Svetlana Alliluyeva
Partido Partido Comunista da União Soviética
Religião Ateísmo
(anteriormente Ortodoxo Georgiano)
Profissão Ativista e político
Assinatura
Serviço militar
Lealdade União Soviética
Serviço/ramo Forças Armadas Soviéticas
Anos de serviço 1943–1953
Graduação Marechal (1943–1945)
Generalíssimo (1945–1953)
Comandos Todas as forças armadas soviéticas (comandante-supremo)
Conflitos Segunda Guerra Mundial
Líder da União Soviética
Lenin  · Malenkov
Close

Nascido em uma família pobre em Gori, Império Russo, iniciou sua carreira revolucionária após juntar-se ao Partido Operário Social-Democrata Russo (POSDR) quando jovem. Lá, editou o jornal do partido, o Pravda, e levantou fundos para a facção bolchevique de Vladimir Lenin por meio de roubos, sequestros e redes de proteção. Repetidamente preso, sofreu vários exílios internos. Depois que os bolcheviques tomaram o poder na Rússia durante a Revolução de Outubro de 1917, juntou-se ao comitê Politburo do partido. Serviu na Guerra Civil Russa antes de supervisionar a criação da União Soviética em 1922. Quando Lenin adoeceu e morreu em 1924, Stalin gradualmente assumiu a liderança do país. Durante seu governo, o "Socialismo em um Único País" tornou-se um princípio central dos dogmas do partido, e a Nova Política Econômica de seu antecessor foi substituída por uma economia centralizada. Sob o sistema do plano quinquenal, o país passou por uma coletivização e rápida industrialização, mas sofreu interrupções significativas na produção de alimentos que contribuíram para a fome entre 1932 e 1933. Para erradicar aqueles considerados "inimigos da classe trabalhadora", instituiu o "Grande Expurgo", no qual mais de um milhão de pessoas foram presas e pelo menos 700 mil executados entre 1934 e 1939.

Seu governo promoveu o marxismo-leninismo no exterior através da Internacional Comunista e apoiou movimentos antifascistas por toda a Europa durante a década de 1930, particularmente na Guerra Civil Espanhola. Em 1939, assinou um pacto de não agressão com a Alemanha Nazista, resultando em uma invasão da Polônia. A Alemanha encerrou o pacto invadindo a União Soviética em 1941. Apesar dos contratempos iniciais, o Exército Vermelho repeliu a incursão alemã e capturou Berlim em 1945, pondo fim à Segunda Guerra Mundial na Europa. Os soviéticos anexaram os estados bálticos e ajudaram a estabelecer governos alinhados em toda a Europa Central e Oriental, China e Coreia do Norte. A União Soviética e os Estados Unidos emergiram da guerra como as duas superpotências mundiais. Tensões surgiram entre o Bloco Oriental apoiado pelos soviéticos e o Bloco Ocidental apoiado pelos americanos, dando origem à Guerra Fria. Stalin conduziu seu país através da reconstrução no período pós-guerra, durante a qual desenvolveu uma arma nuclear em 1949. Nestes anos, o país experimentou outra grande fome e uma campanha antissemita que atingiu o auge no complô dos médicos. Stalin morreu em 1953 e acabou sendo sucedido por Nikita Khrushchov, que denunciou seu antecessor e iniciou um processo de desestalinização em toda a sociedade soviética.

Amplamente considerado uma das figuras mais significativas do século XX, sua imagem foi tema de um culto à personalidade generalizado dentro do movimento marxista-leninista internacional, onde foi considerado um defensor do socialismo e da classe trabalhadora. Desde a dissolução da União Soviética em 1991, manteve popularidade na Rússia e na Geórgia como um líder vitorioso em tempos de guerra que estabeleceu a União Soviética como uma grande potência mundial. Por outro lado, seu governo, acusado por alguns de totalitarismo, tem sido amplamente condenado por supervisionar repressões em massa, limpeza étnica, deportações, centenas de milhares de execuções e duas fomes que causaram a morte de milhões de pessoas.

Oops something went wrong: