Michael Jeffrey Jordan (Nova Iorque, 17 de fevereiro de 1963) é um empresário e ex-basquetebolista estadunidense que atuava como ala-armador. É considerado por muitos como o melhor jogador de basquete de todos os tempos e por muitos como um dos mais importantes desportistas masculinos da história.[1][2][3] Atualmente é proprietário da 23XI Racing, equipe da NASCAR, onde seus carros levam os números 23, pilotado por Bubba Wallace, e 45, pilotado por Kurt Busch. Além disso, é o atual proprietário do Charlotte Hornets, equipe da NBA.[4]

Quick facts: Informações pessoais, Nome completo, Data de ...
Michael Jordan
Jordan em 2014
Informações pessoais
Nome completo Michael Jeffrey Jordan
Data de nasc. 17 de fevereiro de 1963 (59 anos)
Local de nasc. Brooklyn, Nova Iorque, Estados Unidos
Altura 1,98 m (6 ft 6 in)
Peso 98 kg (216 lb)
Apelido Air Jordan
MJ
Informações no clube
Número 23, 45, 12
Posição ala-armador
Clubes de juventude
1981–1984 North Carolina Tar Heels
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
1984–1993
1995–1998
2001–2003
Chicago Bulls
Chicago Bulls
Washington Wizards
000 667 0(21.541)
000 263 00(7 736)
000 142 00(3 015)
Seleção nacional
1983–1992 Estados Unidos
Medalhas
Jogos Olímpicos
OuroLos Angeles 1984Equipe
OuroBarcelona 1992Equipe
Copa América de Basquetebol
OuroPortland 1992Equipe
Jogos Pan-Americanos
OuroCaracas 1983Equipe
Close

Jordan estudou na Universidade da Carolina do Norte, onde foi campeão da NCAA em 1982. Entrou na NBA em 1984 ao ser escolhido pelo Chicago Bulls, e logo se tornou uma das estrelas da liga por sua incrível capacidade de pontuar e habilidade nos saltos. Seus pulos, com enterradas pulando da linha do lance-livre, renderam participações marcantes nos concursos de enterradas e os apelidos de Air Jordan e His Airness. Além de tudo, Jordan foi um dos melhores marcadores que o basquete já viu.[5] Venceu seu primeiro título da NBA em 1991, seguidos por mais dois troféus. Antes da temporada 1993–94 iniciar-se, Jordan se aposentou do basquete para jogar beisebol, mas rapidamente voltou às quadras em 1995 e liderou o Chicago Bulls a mais três títulos consecutivos entre 1996 e 1998. Em 1999 anunciou outra aposentadoria, assumindo um posto entre os dirigentes do Washington Wizards. Eventualmente Jordan decidiu voltar a jogar pelo Wizards em 2001, ficando nas quadras até 2003.

Foi eleito o melhor jogador da temporada regular por cinco vezes, melhor jogador das finais em todos os seis títulos do Bulls, 10 vezes incluído entre All-NBA Team e nove vezes para o NBA All-Defensive Team. Participou de 13 NBA All-Star Game e foi melhor jogador do All-Star Game em três oportunidades. Foi cestinha da liga em 10 temporadas, maior ladrão de bolas por três vezes e eleito Defensor do Ano em 1988. A sua pontuação máxima num único jogo foi de 69 pontos, contra os Cleveland Cavaliers, no dia 28 de março de 1990.[6] Um dos seus recordes mais marcantes e uma das provas da sua superioridade no basquete é a sua média de pontos durante toda a carreira: 30,1 pontos em quinze temporadas. Pela Seleção Estadunidense, Jordan foi bicampeão dos Jogos Olímpicos. Foi introduzido no Basketball Hall of Fame em 2009.