cover image

Santos Futebol Clube

clube de futebol brasileiro / De Wikipedia, a enciclopédia livre

O Santos Futebol Clube, mais conhecido apenas como Santos, é um clube brasileiro fundado em 14 de abril de 1912, com sede na cidade homônima. Inicialmente suas cores seriam o branco, azul e dourado, mas um ano após a sua fundação, ficou decidido que as cores do clube passariam a ser branco e preto. O clube manda as suas partidas no Estádio Urbano Caldeira, mais conhecido como Vila Belmiro.[2] Seus maiores rivais no futebol são o Corinthians,[3] com quem disputa o Clássico Alvinegro; o Palmeiras,[4] com quem disputa o Clássico da Saudade; e o São Paulo, com quem disputa o San-São.[5][6]

Quick facts: ...
Santos
Santos FC
NomeSantos Futebol Clube
AlcunhasPeixe / Peixão
Santástico
Meninos da Vila
Alvinegro da Vila
Alvinegro Praiano
SeleSantos
Leão do Mar
Santos de Pelé
Torcedor(a)/Adepto(a)Santista
Alvinegro
MascoteBaleinha e Baleião
Principal rivalCorinthians
Palmeiras
São Paulo
Fundação14 de abril de 1912; há 111 anos
EstádioVila Belmiro
Capacidade17.923 (Engenharia)
20.360 (Bombeiros)
LocalizaçãoSantos, São Paulo, Brasil
PresidenteMarcelo Teixeira
Treinador(a)Fábio Carille
Patrocinador(a)Blaze
Material (d)esportivoUmbro
CompetiçãoCampeonato Paulista - Série A1
Campeonato Brasileiro - Série B
Ranking nacionalBaixa 12.º lugar, 11 096 pontos[1]
Websitesantosfc.com.br
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Close

O Santos tornou-se no futebol um dos clubes mais bem-sucedidos do Brasil e reconhecidos mundialmente.[7][8][9] Ficou famoso na década de 1960 pelos vários títulos internacionais e nacionais conquistados e por ter revelado Pelé,[10][11] considerado por muitos como o maior jogador da história do esporte, e segundo a FIFA, o melhor jogador do século XX.[12] Além disso, o Rei também tem o marco de maior artilheiro da história do Santos e o segundo maior artilheiro da Seleção Brasileira.[13] À frente de Pelé, com mais de 70 gols pela Seleção em jogos oficiais, está Neymar, outro jogador também revelado pelo clube.[14][15]

Ao longo de sua história,[16] o Santos conquistou um grande número de títulos internacionais,[17] com destaque para os mundiais de 1962 e 1963, as Copas Libertadores de 1962,[18] 1963[19] e 2011[20] (recordista brasileiro ao lado de Flamengo, Grêmio, Palmeiras e São Paulo), a Recopa dos Campeões Intercontinentais de 1968,[21][22][23] a Copa CONMEBOL de 1998 e a Recopa Sul-Americana de 2012.[24] No cenário nacional é octacampeão brasileiro: 1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1968, 2002 e 2004.[25] Ainda no âmbito nacional, o clube possui uma Copa do Brasil vencida em 2010, totalizando nove conquistas nacionais. Outros títulos importantes incluem cinco Torneios Rio-São Paulo (recordista ao lado de Corinthians e Palmeiras), 22 Campeonatos Paulistas e a Copa Paulista de 2004.[26] Na somatória de títulos oficiais de abrangência internacional e nacional,[27] o clube possui 18 conquistas. Ao todo, somando competições oficiais, amistosas e outras taças, o clube possui 305 títulos.[28][29] Junto com o Palmeiras, o Cruzeiro e o Internacional, o Peixe foi um dos únicos a vencer o Campeonato Brasileiro de forma invicta, em 1963, 1964 e 1965.[carece de fontes?]

O Santos[30][31] foi eleito pela FIFA em 2000 o quinto maior clube de futebol do Século XX,[32] sendo o melhor clube das Américas na lista, e também recebeu no ano de seu centenário[33] na câmara dos deputados em Brasília pela FIFA o título de "maior clube sul-americano do Século XX".[34] Além de ser o clube brasileiro que mais enfrentou estrangeiros na história,[35] o Santos é também o único clube brasileiro a ser campeão estadual, nacional, continental e mundial no mesmo ano, em 1962.[36] Outro feito único do clube é ser o que mais marcou gols na história do futebol mundial, tendo sido o primeiro a alcançar a marca de 12 mil gols.[37]

Oops something went wrong: