cover image

Belo Horizonte

município brasileiro e a capital do estado brasileiro de Minas Gerais / De Wikipedia, a enciclopédia livre

Belo Horizonte é um município brasileiro e a capital do estado de Minas Gerais. Sua população é de 2 315 560 habitantes,[3] segundo o censo de 2022, sendo o sexto município mais populoso do país, o terceiro da Região Sudeste e o primeiro de seu estado.[8] Com uma área de aproximadamente 331 km², possui uma geografia diversificada, com morros e baixadas. Com uma distância de 716 quilômetros de Brasília, é a segunda capital de estado mais próxima da capital federal, depois de Goiânia.

Quick facts: Belo Horizonte ,   Município...
Belo Horizonte
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Belo Horizonte
Bandeira
Brasão de armas de Belo Horizonte
Brasão de armas
Hino
Gentílico belo-horizontino
Localização
Localização de Belo Horizonte em Minas Gerais
Localização de Belo Horizonte em Minas Gerais
Localização de Belo Horizonte em Minas Gerais
Belo Horizonte está localizado em: Brasil
Disc_Plain_red_%28edge%29.svg
Belo Horizonte
Localização de Belo Horizonte no Brasil
Mapa
Mapa de Belo Horizonte
Coordenadas 19° 55' S 43° 56' O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Região metropolitana Belo Horizonte
Municípios limítrofes Brumadinho, Contagem, Ibirité, Nova Lima, Ribeirão das Neves, Sabará, Santa Luzia e Vespasiano.
Distância até a capital 716 km[1]
História
Fundação 12 de dezembro de 1897 (126 anos)
Administração
Distritos
Prefeito(a) Fuad Noman (PSD, 2022  2024)
Características geográficas
Área total [3] 331,354 km²
População total (censo IBGE/2022[3]) 2 315 560 hab.
 • Posição MG: 1º; BR: 6º
Densidade 6 988,2 hab./km²
Clima Tropical com estação seca (Aw)
Altitude [4] 852 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 30000-000 a 31999-999[5]
Indicadores
IDH (PNUD/2010[6]) 0,810 muito alto
 • Posição MG: 2°
PIB (IBGE/2021[7]) R$ 105 829 675,053 mil
 • Posição MG: 1º; BR: 4º
PIB per capita (IBGE/2021[7]) R$ 41 818,32
Sítio portalpbh.pbh.gov.br (Prefeitura)
www.cmbh.mg.gov.br/ (Câmara)
Close

Cercada pela Serra do Curral, que lhe serve de moldura natural e referência histórica, foi planejada e construída para ser a capital política e administrativa do estado mineiro sob influência das ideias do positivismo, num momento de forte apelo da ideologia republicana no país.[9] Sofreu um inesperado crescimento populacional acelerado, chegando a mais de um milhão de habitantes com quase setenta anos de fundação. Entre as décadas de 1930 e 1940, ocorreu também o avanço da industrialização, além de muitas construções de inspiração modernista, notadamente as casas do bairro Cidade Jardim, que ajudaram a definir a fisionomia da cidade.

A capital mineira é sede da terceira concentração urbana mais populosa do país.[10][11] Belo Horizonte já foi indicada pelo Population Crisis Commitee, da ONU, como a metrópole com melhor qualidade de vida na América Latina e a 45.ª entre as 100 melhores cidades do mundo (dados de 2008).[12] Em 2010, a cidade gerou 1,4% do PIB do país,[13] e, em 2013, era o quarto maior PIB entre os municípios brasileiros, responsável por 1,53% do total das riquezas produzidas no país. Uma evidência do desenvolvimento da cidade nos últimos tempos é a classificação da revista América Economía, na qual, já em 2009, Belo Horizonte aparecia como uma das dez melhores cidades latino-americanas para fazer negócios, segunda do Brasil (atrás de São Paulo) e à frente de cidades como Rio de Janeiro, Brasília e Curitiba.[14]

Belo Horizonte é classificada como uma metrópole e exerce significativa influência nacional, seja do ponto de vista cultural, econômico ou político.[15] Conta com importantes monumentos, parques e museus, como o Museu de Arte da Pampulha, o Museu de Artes e Ofícios, o Museu de Ciências Naturais da PUC Minas, o Circuito Cultural Praça da Liberdade, o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, o Mercado Central e a Savassi, e eventos de grande repercussão, como o Festival Internacional de Teatro, Palco e Rua (FIT-BH), o Verão Arte Contemporânea (VAC), o Festival Internacional de Curtas e o Encontro Internacional de Literaturas em Língua Portuguesa. É também nacionalmente conhecida como a "capital nacional dos botecos", por existirem mais bares per capita do que em qualquer outra grande cidade do Brasil.

Oops something went wrong: