Real (moeda brasileira)

moeda oficial da República Federativa do Brasil / De Wikipedia, a enciclopédia livre

O Real, (ISO 4217: BRL, abreviado como R$[4]) oficialmente Real Brasileiro, é a moeda corrente oficial do Brasil.[5] Após sucessivas trocas monetárias, o Brasil adotou o real em 1 de julho de 1994, que, aliado à drástica queda das taxas de inflação, constituiu uma moeda estável para o país. Foi implantado no mandato do presidente Itamar Franco, sob o comando do então ministro da Fazenda, Fernando Henrique Cardoso, depois eleito presidente da República. Quando o Real foi lançado, em 1 de julho, o ministro da Fazenda já era Rubens Ricupero, uma vez que FHC já tinha saído para desincompatibilizar-se e ter o direito de se candidatar a Presidente da República.

Quick facts: Real, Dados...
Real
Anverso_da_c%C3%A9dula_de_dois_reais.PNG
Anverso_da_c%C3%A9dula_de_5_reais.PNG
Anverso_da_c%C3%A9dula_de_10_reais.PNG
Anverso_da_c%C3%A9dula_de_20_reais.PNG
Anverso_da_c%C3%A9dula_de_50_reais.PNG
Atual_c%C3%A9dula_de_100_reais_anverso.jpg
200_Brazil_real_Second_Obverse.jpg
Dados
Código ISO 4217 BRL
Usado Flag_of_Brazil.svg Brasil
Inflação 4,82% novembro de 2023)[1]
Sub-unidade

1100: centavos
Símbolo R$
Plural Reais
Moedas R$ 0,01 (inativa, com curso legal),[2] R$ 0,05, R$ 0,10, R$ 0,25, R$ 0,50, R$ 1,00
Notas R$ 1 (inativa, com curso legal),[3] R$ 2, R$ 5, R$ 10, R$ 20, R$ 50, R$ 100, R$ 200
Banco central Banco Central do Brasil
www.bcb.gov.br
Fabricante Casa da Moeda do Brasil
www.casadamoeda.gov.br
Close

O real é a 16.ª moeda mais negociada no mundo, é a segunda mais negociada na América Latina e quarta mais negociada nas Américas.[6] Estima-se que hoje existam mais de oito milhões de moedas perdidas do real.[7] O real é a moeda oficial brasileira, porém, o Banco Central do Brasil permite circulação de moedas privadas e moedas sociais no país, emitidas por bancos comunitários, desde que estas circulem apenas localmente e, sejam lastreadas pela moeda oficial.[8] Portanto, para cada moeda privada/social emitida, o banco comunitário emissor deve possuir R$ 1,00 em caixa.[8]

No dia 2 de setembro de 2020, entrou em circulação a nova cédula, no valor de R$ 200,00, a qual é de maior valor em circulação. A justificativa para tal valor foi o chamado "entesouramento" de dinheiro em espécie feito pelas pessoas durante a pandemia de COVID-19, ou seja, menor circulação de cédulas.[9][10]

Oops something went wrong: