Steven Paul Jobs (São Francisco, 24 de fevereiro de 1955Palo Alto, 5 de outubro de 2011)[2] foi um inventor, empresário e magnata americano no setor da informática. Notabilizou-se como co-fundador, presidente e diretor executivo da Apple Inc.[6] e por revolucionar seis indústrias: computadores pessoais, filmes de animação, música, telefones, tablets e publicações digitais.[7] Além de sua ligação com a Apple, foi diretor executivo da empresa de animação por computação gráfica Pixar e acionista individual máximo da The Walt Disney Company.[8] Morreu no dia 5 de outubro de 2011, aos 56 anos de idade, devido a um câncer pancreático.[2]

Currículo de Steve Jobs[9]

"Estou procurando um lugar que necessite de muitas reformas e consertos, mas que tenha fundações sólidas. Estou disposto a demolir paredes, construir pontes e acender fogueiras. Tenho uma grande experiência, um monte de energia, um pouco dessa coisa de ‘visão’ e não tenho medo de começar do zero".

Quick facts: Steve Jobs, Página oficial, Assinatura...
Steve Jobs
Steve Jobs
Steve Jobs apresentando durante a Apple Worldwide Developers Conference em 2010
Nascimento Abdul Lateef Jandali
24 de fevereiro de 1955[1]
São Francisco, Califórnia, EUA
Morte 5 de outubro de 2011 (56 anos)[2]
Palo Alto, Califórnia, EUA[2]
Residência Palo Alto, Califórnia[3]
Sepultamento Alta Mesa Memorial Park
Nacionalidade norte-americano
Cidadania Estados Unidos
Fortuna US$ 8 bilhões * (2011)[4]
Progenitores
  • John Abdulfattah Jandali
  • Joanne masca melo
Cônjuge Laurene Powell Jobs (1991–2011)[5]
Filho(s) 4[5]
Irmão(s) Mona Simpson
Alma mater
Ocupação Ex-presidente da Apple Inc.
Prêmios Medalha Nacional de Tecnologia e Inovação (1985)
Empregador Apple, Pixar, NeXT
Obras destacadas Apple I, Apple II, Apple Lisa, NeXT Computer, iMac, iPod, iPhone, iPad, Mac OS X v10.0, NEXTSTEP, iTunes, App Store
Religião luteranismo
Causa da morte cancro do pâncreas
Página oficial
https://www.apple.com/stevejobs
Assinatura
Close

No final da década de 70, Jobs, em parceria com Steve Wozniak e Mike Markkula, entre outros, desenvolveu e comercializou uma das primeiras linhas de computadores pessoais de sucesso, a série Apple II.[6] No começo da década de 1980, ele estava entre os primeiros a perceber o potencial comercial da interface gráfica do usuário guiada pelo Mouse (informática), o que levou à criação do Macintosh.[10]

Após perder uma disputa de poder com a mesa diretora em 1985, Jobs foi demitido da Apple e fundou a NeXT, uma companhia de desenvolvimento de plataformas direcionadas aos mercados de educação superior e administração. A compra da NeXT pela Apple em 1996 levou Jobs de volta à companhia que ele ajudara a fundar, sendo então seu CEO de 1997 a 2011, ano em que anunciou sua renúncia ao cargo, recomendando Tim Cook como sucessor.[11]

Em 2015, houve o lançamento do filme biográfico Steve Jobs, onde conta parte da vida do co-fundador da Apple Inc., remetendo à lançamentos feitos no período entre 1984 e 1998 como o Apple Macintosh, NeXT Computer e o iMac G3. O filme teve sua estreia em 5 de setembro no Tellurid Film Festival. A atriz Kate Winslet ganhou o Globo de Ouro e o BAFTA como melhor atriz-coadjuvante por seu papel, além de ter sido nomeada também para o Oscar na mesma categoria. O ator Michael Fassbender também concorreu ao Oscar de Melhor Ator, por interpretar Jobs. O filme ganhou o Globo de Ouro de Melhor Roteiro, escrito por Aaron Sorkin.[12][13]