cover image

Povo dos Estados Unidos

cidadãos ou residentes dos Estados Unidos da América / De Wikipedia, a enciclopédia livre

Americanos ou norte-americanos, também denominados no Brasil por estadunidenses ou estado-unidenses,[18][19][20][21][22] são os cidadãos nascidos ou naturalizados nos Estados Unidos da América.[23] O país é o lar de pessoas de diferentes origens nacionais. Como resultado disso, não equacionam a sua nacionalidade com a etnia, mas com a cidadania.[24][25] Com exceção da população nativa, quase todos os americanos ou os seus antepassados ​​imigraram para o país nos últimos cinco séculos.[26]

Quick facts: Americanos, estadunidenses, estado-unidenses ...
Americanos, estadunidenses, estado-unidenses ou norte-americanos
Bandeira dos Estados Unidos
Mapa da diáspora estadunidense ao redor do mundo.
População total

331,4 milhões[1]
Censo dos Estados Unidos de 2020

Regiões com população significativa
 Estados Unidos 333 287 557 (estimativa, 2022)[2]
 México~ 738 mil[3]
 Canadá~ 688 mil[4]
Filipinas~ 250 mil[5]
 Reino Unido~ 224 mil[6]
Libéria~ 160 mil[7]
 França~ 100 mil[8]
 Israel~ 100 mil[9]
 Alemanha~ 99 mil [10]
 Brasil~ 70 mil [carece de fontes?]
 Hong Kong~ 60 mil[11]
 Austrália~ 56 mil[12]
 Japão~ 52 mil[13]
Costa Rica~ 40 mil[14]
 Noruega~ 33 mil[15]
Líbano~ 25 mil[16]
 Nova Zelândia~ 17 mil[17]
Línguas
inglês (predominante) e espanhol
Religiões
Protestantismo, catolicismo, judaismo, islamismo, budismo e outras religiões
Grupos étnicos relacionados
Descendentes principalmente de colonizadores britânicos (Ingleses, escoceses, irlandeses e galeses), imigrantes africanos (principalmente povos oeste-africanos como os nigerianos, senegaleses e beninenses), europeus (principalmente de alemães, italianos, irlandeses), hispano-americanos (principalmente mexicanos, cubanos e porto-riquenhos), asiáticos (chineses, vietnamitas, filipinos, indianos, coreanos e japoneses), judeus (ashkenazi e sefarditas) e povos indígenas norte-americanos. Existem diversas pequenas comunidades de imigrantes recentes no país (como portugueses, brasileiros, russos e sul-africanos).
Close

Apesar de sua composição multiétnica,[27][28] a sua cultura é exercida em comum pela maioria dos americanos, como uma cultura ocidental em grande parte derivada das tradições de imigrantes europeus ocidentais.[27] Ela também inclui influências da cultura afro-americana.[29] A expansão para o oeste integrou os crioulos e cajuns da Louisiana, os hispânicos do sudoeste e trouxe um contato próximo com a cultura mexicana. A forte imigração no final do século XIX e início do século XX a partir da Europa meridional e Oriental introduziu uma variedade de elementos. A imigração proveniente da Ásia, África e América Latina também teve impacto. A expressão "caldeirão cultural" descreve a maneira como as várias gerações de americanos celebram e trocam distintas características culturais entre si.[27]

Além do país de origem, estadunidenses e pessoas com ascendência podem ser encontradas morando em outros países pelo mundo. Estima-se que cerca de três a sete milhões estejam vivendo no exterior e compõem a diáspora americana.[30][31][32]