Freddie Mercury (nascido Farrokh Bulsara; Cidade de Pedra, 5 de setembro de 1946Londres, 24 de novembro de 1991) foi um cantor, pianista e compositor britânico, considerado como uma das maiores vozes da história do rock[1] e conhecido pelo seu trabalho com a banda britânica de rock Queen, que integrou como vocalista de 1970 até o ano de sua morte, 1991. Freddie tornou-se conhecido pelo seu poderoso tom de voz e pelos seus desempenhos enérgicos que envolviam uma interação com a plateia, tendo sido também considerado como um dos maiores artistas de todos os tempos.

Quick facts: Freddie Mercury, Carreira musical, Assinatura...
Freddie Mercury
Freddie Mercury
Mercury se apresentando em New Haven, Connecticut, em 1977, com o Queen.
Nome completo Farrokh Bulsara
Outros nomes Freddie Bulsara
Larry Lurex
Nascimento 5 de setembro de 1946
Cidade de Pedra, Zanzibar (atual Tanzânia)
Morte 24 de novembro de 1991 (45 anos)
Londres, Reino Unido
Nacionalidade britânico
Progenitores Mãe: Jer Bulsara (1922–2016)
Pai: Bomi Bulsara (1908–2003)
Alma mater Isleworth Polytechnic College
Ealing Art College
Ocupação cantor, compositor, produtor musical
Carreira musical
Período musical 19691991
Gênero(s) hard rock, rock progressivo, pop rock, glam rock
Instrumento(s) vocais, piano, violão, guitarra
Gravadora(s) EMI, Columbia, Polydor, Hollywood, Parlophone
Afiliações
Assinatura
Página oficial
freddiemercury.com
Close

Como compositor, Mercury criou a maioria dos grandes sucessos do Queen, como "We Are the Champions", "Love of my Life", "Killer Queen", "Bohemian Rhapsody", "Somebody to Love" e "Don't Stop Me Now". Além do seu trabalho na banda, Mercury também lançou vários projetos paralelos, incluindo um álbum solo, Mr. Bad Guy, em 1985, e um disco de ópera ao lado da soprano espanhola Montserrat Caballé, Barcelona, em 1988. Mercury faleceu vítima de broncopneumonia, acarretada pela AIDS, em 1991, um dia depois de ter assumido a doença publicamente.

Seu trabalho com Queen ainda lhe gera reconhecimento até os dias de hoje: Mercury é citado como principal influência de muitos outros cantores e bandas. Em 2006, ele foi nomeado a maior celebridade africana de todos os tempos e também eleito o maior líder de banda da história numa votação pública organizada pela MTV americana. Em 2008, ele ficou na décima oitava posição na lista dos "100 Maiores Cantores de Todos os Tempos" da revista Rolling Stone, e no ano seguinte a Classic Rock o nomeou o maior vocalista de rock and roll. Com o Queen, Mercury já vendeu mais de 150 milhões de discos em todo o mundo.

Oops something went wrong: