Edson Arantes do Nascimento[10] (Três Corações, 23 de outubro de 1940), mais conhecido como Pelé, é um ex-futebolista brasileiro que atuava como atacante. Ele é amplamente considerado como um dos maiores atletas de todos os tempos.[11] Em 2000, foi eleito Jogador do Século pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS) e foi um dos dois vencedores conjuntos do prêmio Melhor Jogador do Século da FIFA. Nesse mesmo ano, Pelé foi eleito Atleta do Século pelo Comitê Olímpico Internacional. De acordo com a IFFHS, Pelé é o segundo maior goleador da história do futebol em jogos oficiais,[12] marcando 765 gols em 812 partidas, e no total 1283 gols em 1363 jogos que incluem amistosos não oficiais, um recorde mundial do Guinness.[13] Durante sua carreira, chegou a ser durante um período o atleta mais bem pago do mundo.

Quick facts: Informações pessoais, Nome completo, Data de ...
Pelé
Pelé em 2011.
Informações pessoais
Nome completo Edson Arantes do Nascimento
Data de nasc. 23 de outubro de 1940 (82 anos)
Local de nasc. Três Corações, MG, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,73 m
ambidestro
Apelido Pelé[1]
O Rei[2]
O Rei do Futebol[3]
Pérola Negra[4]
D10S[5][6]
Informações profissionais
Período em atividade 1956–1974, 1975–1977
Clube atual Aposentado
Posição Atacante
Clubes de juventude
1953–1955 Bauru
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1956–1974
1975–1977
Santos
New York Cosmos
01116 0(1091)[7]
00106 000(64)[8]
Seleção nacional
1957–1971 Brasil 00092 000(77)[9]
Close

Pelé começou a jogar pelo Santos Futebol Clube aos quinze anos e pela Seleção Brasileira de Futebol aos dezesseis. Durante sua carreira na seleção, ganhou três Copas do Mundo da FIFA: 1958, 1962 e 1970, sendo o único jogador a fazê-lo. Ele também é o maior goleador da história da seleção brasileira, com 77 gols em 92 jogos. Em clubes, ele é o maior artilheiro da história do Santos e os levou a várias conquistas, com destaque para duas Copas Libertadores da América e dois Mundiais Interclubes, vencidos em 1962 e 1963. Conhecido por conectar a frase "jogo bonito" ao futebol, a "ação eletrizante e a propensão a objetivos espetaculares" de Pelé fizeram dele uma estrela rapidamente, e sua equipe fez turnês internacionais, a fim de aproveitar ao máximo sua popularidade. Desde que se aposentou em 1977, é embaixador mundial do futebol e fez muitos trabalhos de atuação e comerciais. Em janeiro de 1995 foi nomeado ministro do esporte no governo Fernando Henrique Cardoso.[14] Em 2010, foi nomeado Presidente Honorário do New York Cosmos.

Com média de quase um gol por partida ao longo de sua carreira, Pelé era especialista em chutar a bola com qualquer um dos pés, além de antecipar os movimentos de seus oponentes em campo. Embora predominantemente atacante, ele também podia se aprofundar e assumir um papel de playmaker, fornecendo assistências com sua visão e habilidade de passe; também usava suas habilidades de drible para ultrapassar os adversários. No Brasil, é aclamado como herói nacional por suas realizações no futebol e por seu apoio franco a políticas que melhoram as condições sociais dos pobres.[15][16] Ao longo de sua carreira e aposentadoria, Pelé recebeu vários prêmios individuais e de equipe por seu desempenho em campo, suas conquistas recordes e seu legado no esporte.