cover image

Bombaim

capital de Maarastra, Índia / De Wikipedia, a enciclopédia livre

Bombaim[1][2] ou, oficialmente, Mumbai (em marata: मुंबई ; romaniz.:  Mumbaī; em inglês: Mumbai ou Bombay) é a maior e mais importante cidade da Índia. Conta com uma população estimada em 12 478 447 habitantes (2011)[3] residindo apenas em seu núcleo urbano, ou 20 748 395, se considerarmos sua região metropolitana, conhecida como Grande Bombaim, a segunda maior do país[4] — atrás apenas de Grande Deli — e a 4.ª mais populosa do mundo. Capital e maior cidade do estado de Maarastra, situa-se nas margens do oceano Índico.

Quick facts: BombaimमुंबईMumbaiBombay , Localização...
Bombaim
  • मुंबई
  • Mumbai
  • Bombay
De cima para baixo e da esquerda para a direita: 1)  Cuffe Parade vista de Nariman Point; 2) Portal da Índia; 3) Hotel Taj Mahal; 4) Estação Chhatrapati Shivaji (Victoria Terminus); 5)  BandraWorli Sea Link
De cima para baixo e da esquerda para a direita: 1)  Cuffe Parade vista de Nariman Point; 2) Portal da Índia; 3) Hotel Taj Mahal; 4) Estação Chhatrapati Shivaji (Victoria Terminus); 5)  BandraWorli Sea Link
Localização

Bombaim
Mapa de Bombaim
Coordenadas 18° 57' 36" N 72° 49' 12" E
País Índia
Estado Maharashtra
Características geográficas
Área total 437.71
População total 12 478 447 hab.
 • Estimativa 2 011
Altitude 8 m
Código postal 400xxx
Código de área 022
Sítio www.mcgm.gov.in
Close

As sete ilhas que vieram a constituir Bombaim foram habitadas por nómadas que tinham a pesca como a sua principal fonte de sobrevivência. Durante séculos, as ilhas estiveram sob o controle de sucessivos impérios indianos, antes de serem cedidas aos portugueses que depois as cederam aos britânicos, quando passou a ser controlada pela Companhia Britânica das Índias Orientais. Em meados do século XVIII, a urbanização de Bombaim foi reformulada pelos britânicos, com grandes projetos de engenharia civil, fazendo surgir uma cidade comercial e cosmopolita. O desenvolvimento econômico e educacional caracterizou a cidade durante o século XIX, tornando-a uma forte base para o movimento de independência da Índia, no início do século XX. Quando o país se tornou independente em 1947, a cidade foi incorporada ao estado de Bombaim. Em 1960, após o movimento Maharashtra Samyukta, o novo estado de Maarastra foi criado, com Bombaim como capital, como se mantém até hoje.

Classificada como uma "cidade global alfa", Bombaim é o maior centro econômico e comercial da Índia, abrigando instituições financeiras importantes, como o Reserve Bank of India (o banco central indiano), a Bolsa de Valores de Bombaim e a Bolsa de Valores da Índia, bem como a sede de diversas empresas importantes. Todos esses atributos fazem com que a cidade seja considerada a mais rica do país, com um produto interno bruto estimado em 209 bilhões * USD em 2008,[5] segundo cálculos da PricewaterhouseCoopers, e correspondendo a cerca de 5,5% do produto interno bruto do país. A cidade ainda é responsável por quase 70% de todas as transações comerciais e financeiras da Índia.

Com um dos maiores e mais movimentados portos do mundo, a cidade de Bombaim é responsável por cerca de 70% de toda a atividade portuária do país — devido, principalmente à sua modernidade e a sua posição estratégica dentro do continente asiático. Bombaim atrai imigrantes de todo o país e de vários países vizinhos, devido às grandes oportunidades comerciais e ao nível de vida relativamente alto. Tornou-se, com isto, um núcleo cosmopolita de várias comunidades e culturas. É em Bombaim que se situa Bollywood, o principal centro da indústria indiana de cinema e televisão.