Cidade de Deus (filme)

filme de 2002 / De Wikipedia, a enciclopédia livre

Cidade de Deus é um filme de ação brasileiro de 2002 produzido por O2 Filmes, Globo Filmes e Videofilmes e distribuído por Lumière Brasil. É uma adaptação roteirizada por Bráulio Mantovani a partir do livro de mesmo nome escrito por Paulo Lins. Foi dirigido por Fernando Meirelles, codirigido por Kátia Lund e estrelado por Alexandre Rodrigues, Leandro Firmino e Alice Braga.

Quick facts: Cidade de Deus,  Brasil 2002 •  cor...
Cidade de Deus
Cidade de Deus (filme)
Pôster promocional
 Brasil
2002 cor •  130 min 
Direção Fernando Meirelles
Codireção Kátia Lund
Produção Andrea Barata Ribeiro
Maurício Andrade Ramos
Coprodução Marc Beauchamps
Daniel Filho
Hank Levine
Vincent Maraval
Juliette Renaud
Produção executiva Donald Ranvaud
Walter Salles
Roteiro Bráulio Mantovani
Baseado em Cidade de Deus, de Paulo Lins
Narração Alexandre Rodrigues
Elenco Alexandre Rodrigues
Leandro Firmino
Alice Braga
Phellipe Haagensen
Jonathan Haagensen
Matheus Nachtergaele
Seu Jorge
Gênero drama, ação
Música Antonio Pinto
Ed Cortês
Direção de fotografia César Charlone
Direção de arte Tulé Peak
Edição Daniel Rezende
Companhia(s) produtora(s) O2 Filmes
Globo Filmes
Distribuição Lumière Brasil
Miramax Films
Lançamento
  • 30 de agosto de 2002 (2002-08-30) (Brasil)[1]
  • 17 de janeiro de 2003 (2003-01-17) (Estados Unidos)[2]
Idioma português
Orçamento R$ 8 200 000
Receita US$ 30 641 770[3]
Close

O filme retrata o crescimento do crime organizado na Cidade de Deus, uma favela que começou a ser construída nos anos 1960 e se tornou um dos lugares mais perigosos do Rio de Janeiro no começo dos anos 1980. Para contar a trajetória deste lugar o filme narra a vida de diversos personagens e eventos que se entrelaçam no decorrer da trama. Tudo pelo ponto de vista do Buscapé, o protagonista-narrador que cresceu em um ambiente muito violento. Porém, encontra subsídios para não ser fisgado pela vida do crime.

A adaptação cinematográfica iniciou-se no segundo semestre de 1997, um pouco depois de Heitor Dhalia presentear Fernando Meirelles com o livro de Paulo Lins. Dhalia sugeriu a adaptação a Meirelles que, tempos depois, acatou a sugestão, comprou os direitos e chamou Bráulio Mantovani para escrever o roteiro, que, por sua vez, foi concluído em tempo recorde, tendo seu primeiro tratamento no início de 1998. Durante um longo período Meirelles e a equipe trabalhou com mais de quatrocentos jovens e adultos em uma oficina de atores feita exclusivamente para o filme. As filmagens duraram nove semanas, entre junho e agosto de 2001.

Cidade de Deus é considerado um dos filmes brasileiros mais importantes de todos os tempos, sendo enaltecido pela crítica especializada, que, em geral, enfatizou suas qualidades artísticas e estéticas. O longa representa o marco final no período de reflorescimento da produção cinematográfica brasileira, conhecido como "cinema da retomada". Foi lançado no Brasil em 30 de agosto de 2002, acumulando um público total de 3 307 746 espectadores. Mudou o paradigma do cinema brasileiro ao ser o único até agora a receber quatro indicações ao Oscar, nas categorias de melhor diretor, melhor roteiro adaptado, melhor edição e melhor fotografia.[4]