cover image

Rio Grande do Norte

unidade federativa do Brasil / De Wikipedia, a enciclopédia livre

Rio Grande do Norte é uma das 27 unidades federativas do Brasil. Está situado a nordeste da Região Nordeste e tem por limites o Oceano Atlântico a norte a leste, a Paraíba a sul e o Ceará a oeste. É dividido em 167 municípios e sua área total é de 52 809,601 km², o que equivale a 3,42% da área do Nordeste e a 0,62% da superfície do Brasil, sendo um pouco maior que a Costa Rica. Com uma população de mais de 3,5 milhões de habitantes, o Rio Grande do Norte é o décimo sexto estado mais populoso do Brasil, possuindo o segundo melhor IDH e a maior renda per capita da região Nordeste[8] e a melhor expectativa de vida do Norte-Nordeste, chegando a 76,0 anos, a nona maior do país.[5]

Estado do Rio Grande do Norte
Brasão do Rio Grande do Norte
Bandeira Brasão
Hino: Hino do Rio Grande do Norte
Gentílico: potiguar; norte-rio-grandense; rio-grandense-do-norte[1]

Localização do Rio Grande do Norte no Brasil

Localização
 - RegiãoNordeste
 - Estados limítrofesParaíba e Ceará
 - Regiões geográficas
   imediatas
11
 - Municípios167
Capital  Natal
Governo
 - Governador(a)Fátima Bezerra (PT)
 - Vice-governador(a)Antenor Roberto (PCdoB)
 - Deputados federais8
 - Deputados estaduais24
 - SenadoresStyvenson Valentim (PODE)
Jean Paul Prates (PT)
Zenaide Maia (PROS)
Área
 - Total52 809,601 km² (22º) [2]
População 2021
 - Estimativa3 560 903 hab. (17º)[3]
 - Densidade 67,43 hab./km² (10º)
Economia 2019[4]
 - PIBR$ 71.337.000.000 (18º)
 - PIB per capitaR$ 19.249,60 (19º)
Indicadores 2010/2015[5][6]
 - Esperança de vida (2020) 76,0 anos ()
 - Alfabetização (2010) 82,6% (23º)
 - IDH (2017) 0,731 (17º)  alto [7]
Fuso horário UTC−3, America/Sao_Paulo
Clima Tropical e semiárido BSh, As
Cód. ISO 3166-2 BR-RN
Site governamental http://www.rn.gov.br/

Mapa do Rio Grande do Norte

A história inicia-se-lhe a partir do povoamento do território que hoje é o Brasil, quando houve uma onda de migrações para os Andes, depois para o Planalto do Brasil, a região Nordeste, até chegarem ao Rio Grande do Norte. Ao longo de sua história, seu território sofreu invasões de povos estrangeiros, sendo os principais os franceses e holandeses. Em 1535, a então Capitania do Rio Grande estaria sendo doada pelo rei D. João III a João de Barros. Em 1822, quando o Brasil conquistou sua independência do Império Português, o Rio Grande do Norte passaria a se tornar província e, com a queda da monarquia e a consequente proclamação da república em 1889, a província se transforma em um estado, tendo como primeiro governador Pedro de Albuquerque Maranhão. A capital do estado é Natal e sua atual governadora é Fátima Bezerra, eleita nas eleições estaduais realizadas em 2018.

Devido à sua localização geográfica, que forma um vértice a nordeste da América do Sul, o Rio Grande do Norte é tido como uma das "esquinas" do Brasil e do continente, posição que também lhe confere uma grande projeção para o Atlântico (a maior dentre os estados brasileiros).[9] Seu litoral, com extensão aproximada de quatrocentos quilômetros, é um dos mais famosos do Brasil. Na economia, destaca-se o setor de serviços. Devido ao seu clima semiárido em parte do litoral norte, o Rio Grande do Norte é responsável pela produção de mais 95% do sal brasileiro. Na bandeira nacional brasileira, o estado é representado pela estrela Shaula, da constelação de Scorpius.[10]