Roberto Carlos Braga OMC (Cachoeiro de Itapemirim, 19 de abril de 1941)[1] é um cantor, compositor e empresário brasileiro. Foi considerado pela revista Rolling Stone Brasil como o 6º maior artista da história da música brasileira.[2]

Quick facts: Roberto Carlos, Carreira musical, Página ofic...
Roberto Carlos
Roberto Carlos
Roberto Carlos em 2018
Nome completo Roberto Carlos Braga
Pseudônimo(s) O Rei
Nascimento 19 de abril de 1941 (81 anos)
Cachoeiro de Itapemirim, ES
Residência Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileiro
Cônjuge
  • Cleonice Rossi (c. 1968–79)
  • Myrian Rios (c. 1979–89)
  • Maria Rita Simões (c. 1996; m. 1999)
Ocupação
Período de atividade 1957–presente
Prêmios Lista completa
Carreira musical
Gênero(s)
Instrumento(s)
Gravadora(s) Sony
Religião Católico
Página oficial
robertocarlos.com
Close

Conhecido no Brasil e na América Latina como "Rei", Roberto Carlos começou a sua carreira no início da década de 1960 sob influência do samba-canção e da bossa nova. Com composições próprias, geralmente feitas em parceria com o amigo Erasmo Carlos, fundou as bases para o primeiro movimento de rock feito no Brasil. Com a fama, estrelou ao lado de Erasmo e Wanderléa um programa na RecordTV chamado Jovem Guarda, que daria nome ao primeiro movimento musical do rock brasileiro, e que os alçou Roberto ao status de ídolos da geração. Além da carreira musical, estrelou filmes inspirados na fórmula lançada pelos Beatles - como Roberto Carlos em Ritmo de Aventura (1968), Roberto Carlos e o Diamante Cor-de-rosa (1970) e Roberto Carlos a 300 Quilômetros por Hora (1971).[3]

Na virada para década de 1970 se tornou um cantor e compositor basicamente romântico, algo que não modificou desde então. Logo também mudava seu público-alvo, que deixou de ser o jovem e passou a ser o adulto. Entre 1961 e 1998, Roberto lançou um disco inédito por ano. Atualmente continua se apresentando com frequência, e estrela anualmente o especial intitulado Roberto Carlos Especial, exibido na semana do Natal pela Rede Globo. Dezenas de artistas já fizeram regravações de suas músicas, entre os quais Caetano Veloso, Gal Costa e Maria Bethânia.

Segundo a Pro-Música Brasil, Roberto Carlos é o artista solo com mais álbuns vendidos na história da música popular brasileira,[4] tendo vendido mais de 140 milhões de cópias,[5] incluindo gravações em espanhol, inglês, italiano e francês, em diversos países.