cover image

Caxias do Sul é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. Localiza-se no nordeste do estado a uma altitude de 817 metros, sendo a maior cidade da Serra Gaúcha; a segunda cidade gaúcha mais populosa, superada apenas pela capital Porto Alegre; e a 47.ª maior cidade brasileira.

Quick facts: Caxias do Sul ,   Município ...
Caxias do Sul
  Município do Brasil  
Símbolos

Bandeira

Brasão de armas
Hino
Gentílico caxiense [1][2]
Localização
Localização de Caxias do Sul no Rio Grande do Sul
Localização de Caxias do Sul no Rio Grande do Sul

Caxias do Sul
Localização de Caxias do Sul no Brasil
Mapa de Caxias do Sul
Coordenadas 29° 10' 04" S 51° 10' 44" O
País Brasil
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Região metropolitana Serra Gaúcha
Municípios limítrofes norte: São Marcos, Campestre da Serra e Monte Alegre dos Campos; sul: Vale Real, Nova Petrópolis, Gramado e Canela; leste: São Francisco de Paula; oeste: Flores da Cunha e Farroupilha
Distância até a capital federal: 2 543 km
estadual: 127 km[3]
História
Fundação 20 de junho de 1890 (132 anos)[4]
Emancipação 01 de junho de 1910 (112 anos)
Administração
Distritos
Prefeito(a) Adiló Didomenico (PSDB, 2021  2024)
Características geográficas
Área total [5] 1 652,308 km²
 • Área urbana  est. Embrapa[6] 65,5 km²
População total (est. IBGE/2021[7]) 523 716 hab.
 • Posição BR: 45º RS: 2º
Densidade 317 hab./km²
Clima Oceânico (Cfb)
Altitude [8] 817 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[9]) 0,782 alto
Gini (est. IBGE 2003 [10]) 0,48
PIB (IBGE/2019[11]) R$ 27 013 569,55 mil
 • Posição BR: 42º RS: 2º[12]
PIB per capita (IBGE/2019[11]) R$ 52 873,85
Sítio http://www.caxias.rs.gov.br (Prefeitura)
http://www.camaracaxias.rs.gov.br (Câmara)
Close

Ao longo de sua história, Caxias do Sul já foi conhecida como Campo dos Bugres (até 1877), Colônia de Caxias (1877-1884) e Santa Teresa de Caxias (1884-1890).[4] A cidade foi erguida onde o Planalto de Vacaria começa a se fragmentar em vários vales, sulcados por pequenos cursos de água, com o resultado de ter uma topografia bastante acidentada na sua parte sul. A área era habitada por índios caigangues desde tempos imemoriais, mas estes foram desalojados violentamente pelos chamados "bugreiros"[13] abrindo espaço, no fim do século XIX, para que o governo do Império do Brasil decidisse colonizar a região com uma população europeia. Desta forma, milhares de imigrantes, em sua maioria italianos da região do Vêneto, mas com alguns integrantes de outras origens como alemães, franceses, espanhóis e polacos, cruzaram o mar e subiram a Serra Gaúcha, desbravando uma área ainda quase inteiramente virgem.

Depois de um início cheio de dificuldades e privações, os imigrantes conseguiram estabelecer uma próspera cidade, com uma economia baseada inicialmente na exploração de produtos agropecuários, com destaque para a uva e o vinho, cujo sucesso se mede na rápida expansão do comércio e da indústria na primeira metade do século XX. Ao mesmo tempo, as raízes rurais e étnicas da comunidade começaram a perder importância relativa no panorama econômico e cultural, à medida que a urbanização avançava, formava-se uma elite urbana ilustrada e a cidade se abria para uma maior integração com o resto do Brasil. Durante o primeiro governo de Getúlio Vargas houve uma séria crise entre os imigrantes e seus primeiros descendentes e o meio brasileiro, quando o nacionalismo foi enfatizado e as manifestações culturais e políticas de raiz étnica estrangeira foram severamente reprimidas. Depois da Segunda Guerra Mundial a situação foi apaziguada, e brasileiros e estrangeiros passaram a trabalhar concordes para o bem comum.

Desde então, a cidade cresceu aceleradamente, multiplicando sua população, atingindo altos índices de desenvolvimento econômico e humano e tornando sua economia uma das mais dinâmicas do Brasil, presente em muitos mercados internacionais. Também sua cultura se internacionalizou, dispondo de várias instituições de ensino superior e apresentando uma significativa vida artística e cultural em suas mais variadas manifestações, ao mesmo tempo em que passava a experimentar problemas típicos de cidades com alta taxa de crescimento, como a poluição, surgimento de favelas e aumento na criminalidade.

Oops something went wrong: